Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Israel alega ter morto três militantes da Al Qaeda na Cisjordânia

As autoridades de segurança israelitas disseram que as suas forças mataram três militantes palestinos, esta terça-feira (26), que faziam parte de uma rede ligada à Al Qaeda na Cisjordânia.

A Autoridade Palestina, que administra o território, negou que os três tinham tido qualquer relação com a Al Qaeda e acusou Israel de matar os homens. Um funcionário da agência de segurança israelita Shin Bet disse que o órgão tinha informações, a partir de detenções anteriores, de que a rede estava a planear ataques nos próximos dias contra alvos israelitas e a Autoridade Palestina, apoiada pelo Ocidente.

Dois dos homens foram mortos quando eles abriram fogo contra policiais que tentavam prendê-los na região de Hebron, disse o funcionário. Uma série de dispositivos explosivos e duas armas foram encontradas no veículo, acrescentou o funcionário.

O Exército israelita afirmou que um terceiro militante foi morto num tiroteio depois do confronto inicial. Grupos inspirados na Al Qaeda têm uma pequena presença na Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, mas são menos comuns na Cisjordânia ocupada, que é policiada por forças israelitas e da Autoridade Palestina. O funcionário da Shin Bet disse que a rede militante havia estabelecido uma casa segura no território e estava a armazenar armas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!