Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ISArC participa no FESPACO

Decorre entre os dias 25 de Fevereiro e 3 de Março a 23ª edição do Festival Internacional do Cinema Pan-Africano do Ouagadougou (FESPACO). No evento, Moçambique faz-se representar por uma delegação dos membros do Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC).

Este ano o evento decorre sob o mote “Cinema africano e políticas públicas em África”. Neste sentido, serão realizados workshops e conferências, durante a iniciativa, a fim de reflectir sobre o papel da cultura no desenvolvimento das artes e das ciências humanas no continente.

O ISARC será representado pelo seu director geral, Filimone Meigos e pelo director da Faculdade de Estudos da Cultura, Estêvão Filimão, de acordo com o qual a participação daquela instituição de ensino superior no FESPACO é um pretexto para encontrar instituições ligadas às artes e cultura, e com elas estabelecer parcerias, visto que algumas delas já existem há aproximadamente meio século e com vasta experiência na área. Citou o exemplo do OKPA com 47 anos.

“Numa primeira fase, no âmbito do mesmo evento, o ISArC pretende percorrer por algumas instituições africanas que se dedicam ao trabalho artístico-cultural, tendo como objectivo criar condições para a sua internacionalização”, considera Estêvão Filimão que acrescenta que “a participação do ISArC no evento é de extrema importância para o melhoramento do ensino na área do cinema visto que, neste momento, a instituição ministra o curso intermédio de cinema, prevendo para breve a introdução de cursos de licenciatura na mesma área”. Refira-se que o FESPACO é a maior bienal do cinema africano que se realiza em Ouagadougou, Burquina Faso.

O festival oferece aos profissionais da indústria cinematográfica do continente a oportunidade de estabelecer parcerias, trocar experiências e promover os seus trabalhos. O seu objectivo é contribuir para a expansão e desenvolvimento da sétima arte em África. Desde a sua fundação, a iniciativa tem atraído pessoas de todo o continente e do resto do mundo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!