Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Investimento em Manica dispara para USD89 milhões

O investimento directo estrangeiro em Manica aumentou nove vezes em cinco anos, tendo em 2012 atingido os USD 89 milhões. Em 2007, o investimento estrangeiro rondava os 10 milhões de dólares, tendo disparado para 89 milhões de dólares em 2012, concentrando-se nas áreas da agricultura, turismo e indústria, tendo o pico do mesmo sido atingido em 2008, em torno de 300 milhões de dólares.

De acordo com Carlos Moisés, delegado do Centro de Promoção do Investimento (CPI) em Manica, foi no mesmo ano que se atingiu o auge da crise política e económica no Zimbabué, onde muitos fazendeiros daquele país deixaram o país contrariados pela reforma agrária desencadeada pelo presidente Robert Mugabe.

Muitos desses fazendeiros emigraram para Moçambique, concretamente para a província de Manica, que faz fronteira com o Zimbabué. Em Moçambique nem tudo lhes correu a contento, basicamente no que toca às linhas de crédito para financiar o sector agrário.

Além da África do Sul e Maurícias, o maior volume de investimento estrangeiro na província de Manica provém da Austrália, Bélgica, Holanda, Reino Unido e China.

As potencialiades económicas de Manica foram expostas a investidores nacionais e estrangeiros na recentemente realizada II Conferência de Chimoio onde se anunciou que o volume de exportações de produtos agrários, florestais e minerais, cresceu 29% ano passado.

Os investidores presentes naquele encontro pediram ao governo de Manica a construção de estradas para zonas produtivas, além do licenciamento de privados pela Electricidade de Moçambique (EDM), a única empresa pública distribuidora de electricidade no país, para levar energia a regiões remotas.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!