Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inundações afectaram mais de cinco mil pessoas em Chibuto

As inundações provocadas pelas chuvas que se registam um pouco por todo o país e na região afectaram 5.073 pessoas e arrasaram 8 hectares de culturas diversas no distrito de Chibuto, província de Gaza, Sul de Moçambique.

Olinda Langa, Administradora daquele distrito, disse que o fenómeno, que também afectou cerca de nove mil hectares de pasto, obrigou as autoridades a transferirem os residentes das zonas baixas para as altas.

A Administradora, que falava a margem da reunião anual das Vilas do Milénio, realizada há dias na cidade de Maputo, a capital moçambicana, adiantou que as inundações agravaram ainda mais o problema de erosão que afecta aquele distrito, para alem de ter piorado a precariedade das estradas.

“As inundações para alem de criarem problemas nas vias de comunicação e áreas de produção, deitaram abaixo todos os esforços envidados para estancar a erosão. Logo que terminar a época chuvosa terão que ser envidados novos esforços para travar a erosão”, sublinhou a Administradora.

Sobre a criação da Vila do Milénio de Chibuto, Olinda Langa disse que esta iniciativa, que conta com cerca de 1200 beneficiários directos, esta a contribuir grandemente na transmissão de tecnologias para o desenvolvimento das comunidades que se saldou no aumento das áreas de cultivo.

Graças a transferência tecnológica proporcionada pelo projecto Vilas do Milénio, em Chibuto, foi melhorada a saúde animal, tendo sido vacinadas 600 cabeças de gado bovino, com vista a garantir carne de qualidade necessária para a melhoria da dieta alimentar e nutricional e garantir que esta actividade sirva de fonte de renda familiar.

O grande desafio de Chibuto, segundo Olinda Langa, e continuar a expandir as áreas de produção agrícola, a rede de ensino secundário e desenvolver programas que favoreçam a manutenção da rapariga na escola para que ela se mantenha pró-activa nos diferentes frentes de desenvolvimento do pais.

O programa está a contribuir grandemente para a redução da taxa de desistência nas escolas através de introdução da produção agrícola, concretamente de hortícolas, trabalhando numa área de cerca de cinco hectares, beneficiando 2.118 alunos de diferentes estabelecimentos de ensino.

Os alunos estão a produzir tomate, cebola, couve, repolho, pimento, cenoura e beringela, numa actividade que lhes permita cultivar o gosto pela actividade agrícola.

A Vila de Chibuto também permitiu o melhoramento da capacidade de irrigação dos campos através da limpeza de 1.275 metros do canal de rega e drenagem e da compra de uma motobomba para a captação de agua do rio Limpopo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!