Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Interditada importação da carne sul-africana

As autoridades moçambicanas decidiram banir, a título provisório, a importação da carne de algumas províncias da vizinha África do Sul, devido a eclosão de um surto da epidemia de febre do Vale do Rift naquele país.

Trata-se das províncias de Gauteng, Free State, North West e Eastern e Western Cape, que estão abrangidas pela medida. O Ministério da Agricultura (MINAG) afirma que a medida abrange as espécies bovina, caprina e ovina não apenas da RAS, mas também do Botswana e Namíbia, países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

José Libombo Júnior, director nacional adjunto dos Serviços Pecuários, citado pelo Jornal “Notícias”, explicou que a interdição das importações é extensiva aos subprodutos dos animais das espécies ora referidas provenientes dos estabelecimentos não aprovados à exportação na vizinha RAS.

Todavia, a fonte afirmou que as pessoas podem importar animais vivos das províncias de Mpumalanga, Kwazulo Natal e Limpopo, desde que observem todos os requisitos fitossanitários em vigor no país.

Libombo alerta também as comunidades para estarem constantemente vigilantes em relação a movimentação de gado, sobretudo porque se está em período de cheias e podem entrar no país animais mortos arrastados daquele país vizinho.

A fonte disse, por outro lado, que entre as medidas em curso no país figura o reforço das inspecções visuais de manadas, devendo os serviços provinciais e distritais estar de atalaia.

O país está a intensificar as vacinas necessárias para fazer face a epidemia. Na SADC, Moçambique é o segundo país depois do Zimbabwe a banir a importação da carne sul-africana.

No entanto, a interdição da importação da carne sul-africana deve ser acompanhada de fortes medidas de controlo da especulação do preço no mercado, porque não são raros os casos em que comerciantes desonestos vêem na medida um pretexto legítimo para a prática de preços irreais, alegando uma falsa escassez da oferta da parte dos fornecedores.

A febre do Vale do Rift é uma doença viral aguda transmitida por insectos, que afecta um vasto número de animais, incluindo o homem.

Definem-se como suspeitos da doença todos os animais da espécie bovina, caprina, ovina e bufalina que apresentam como sinais a alta mortalidade de animais jovens, surtos de abortos em diferentes estágios de gestação.

A sintomatologia inclui ainda febres altas, linfadenitis, corrimento nasal e ocular em animais adultos, diarreias com cheiro fétido, vómitos e dores abdominais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!