Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Insurgentes islâmicos matam general em ataque com carro-bomba na Somália

Um general somali e pelo menos sete dos seus guarda-costas foram mortos neste domingo quando o seu veículo foi atingido por um carro-bomba dirigido por um militante suicida do al Shabaab, na capital do país, informaram a polícia e o grupo islâmico.

O Al Shabaab, que frequentemente lança ataques a oficiais em Mogadishu, promoveu este ataque no clima de eleições para um novo parlamento e presidente, parte dos esforços para reconstruir uma nação que foi destruída por duas décadas de guerra e caos.

“O general militar Mohamed Roble Jimale e pelo menos sete dos seus guarda-costas foram mortos”, disse o coronel da polícia Abdikadir Farah à Reuters. “Um carro-bomba suicida atingiu o carro no qual eles estavam. Que Deus receba as suas almas”.

O general era conhecido pelo nome Goobaanle. Os somalis normalmente têm apelidos que são usados tão normalmente quanto seus nomes próprios. A rádio Andalus da Somália, que tem ligação com o al Shabaab, disse que “um mujahid (guerreiro) foi martirizado com um carro-bomba suicida que matou o general Goobanle”.

A emissora disse que daria mais detalhes depois. O al Shabaab, que já dominou grande parte da Somália, quer derrubar o governo do presidente Hassan Sheikh Mohamud, apoiado pelo ocidente, que busca a reeleição no pleito que se aproxima.

As eleições para o parlamento de 275 membros estão marcadas para começar em 25 de Setembro e terminar em 10 de Outubro, com a entrada de novos parlamentares em 30 de Outubro. Os parlamentares devem escolher um presidente no mesmo dia 30 de Outubro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!