Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Injectados USD 20 milhões para melhorar competitividade empresarial

Visando aumentar e garantir a qualidade de nove produtos moçambicanos destinados à exportação, os Estados Unidos da América (EUA) acabam de desembolsar a favor de Moçambique cerca de 20 milhões de dólares norte-americanos.

Os produtos são das áreas de Agricultura e Florestas e o valor está a ser aplicado, basicamente, em acções de melhoramento da qualidade dos mesmos e na produção e processamento da madeira, castanha de caju, gergelim, milho, soja, banana, mangas, amendoim e ananás.

“Moçambique está a enfrentar muitos desafios para que a sua indústria atinja padrões de qualidade exigidos internacionalmente para assegurar um espaço no mercado global”, indica um documento da Agência dos Estados Unidos da América para o Desenvolvimento Internacional (USAID) apresentado esta quinta-feira em Maputo, num encontro de várias instituições públicas e privadas dos Ministérios da Agricultura e para a Coordenação da Acção Ambiental. Segundo o mesmo documento, nos últimos 10 anos registaram-se “significativas alianças estratégicas entre o Governo, agências de desenvolvimento e produtores graças às melhorias registadas no ambiente de negócios”, refere ainda a USAID.

Os produtores da região Centro e Norte de Moçambique serão os maiores beneficiários do projecto e “o horizonte é ajudarmos os produtores a alcançarem novos mercados emergentes como os do Médio Oriente”, assegurou Carlos Costa, director da AgriFUTURO, um programa em desenvolvimento no país e financiado pela USAID, abrangendo as áreas agrícola e florestal.

O evento abordou ainda questões relacionadas com o fortalecimento das parcerias público-privadas, reconstrução da produção do caju e ainda abordagens ergonómicas na indústria florestal moçambicana. Refira-se que parte do financiamento da USAID destina- se ao apetrechamento de uma unidade laboratorial em Nampula, para prevenção contra contaminação daqueles nove produtos pela afloxina, uma doença responsável pela destruição de plantas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!