Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inicia programa para fortalecimento das indústrias culturais e criativas

Decorre, quarta e quinta-feira, em Maputo, a primeira fase do Programa Conjunto para o Fortalecimento das Indústrias Culturais e Criativas e Políticas Inclusivas em Moçambique, e envolvendo uma iniciativa piloto que visa melhorar o acesso dos turistas aos produtos e serviços culturais de alto potencial para os destinos do turismo cultural nas províncias de Inhambane, Nampula e na cidade de Maputo.

Três das agências participantes das Nações Unidas – UNESCO, CCI e a OIT – estão a trabalhar em parceria com os ministérios da Cultura e Turismo com vista à consecução de resultados positivos através de uma variedade de actividades a implementar nos próximos meses.

A primeira fase da iniciativa, liderada pela UNESCO em colaboração com a CCI, consiste na implementação de uma série de seminários de capacitação para o turismo cultural. O primeiro, com o sector privado e governamental, terá, como foi referido, início em Maputo nos dias 11 e 12 de Maio.

Os seminários seguintes terão lugar na Ilha de Moçambique e em Inhambane, respectivamente, nos dias 16 a 18 e 23 a 25 do mês de Maio corrente. O objectivo dos seminários é de reforçar a capacidade e as sinergias entre o governo e o sector privado na promoção do turismo cultural, em particular destacando o potencial do turismo cultural como factor de desenvolvimento económico local.

A segunda série de seminários de capacitação contará com a participação de empresários da comunidade na Ilha de Moçambique, entre 30 de Maio e 2 de Junho) e na cidade de Inhambane, de 13 a 16 de Junho, e visa o incremento da capacidade de empresários da comunidade no desenvolvimento de pacotes de turismo cultural de acordo com a procura do mercado.

Nesta segunda série, serão apresentados os resultados do inventário e mapeamento das atracções culturais ao longo das rotas turísticas existentes realizados pela UNESCO e pelo Estudo da Oferta e Demanda de Turismo Cultural da autoria do CCI.

E aos participantes serão ministradas aulas para a aplicação dos mesmos no desenvolvimento de pacotes de turismo cultural.

Saliente-se que o Programa Conjunto está a apoiar o Governo de Moçambique no seu esforço em fortalecer a contribuição das indústrias culturais e criativas no desenvolvimento socio-económico do país.

É financiado pelo Fundo dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (F-ODM), estabelecido pelas Nações Unidas e o Governo de Espanha para apoiar as políticas e programas que garantam um impacto significativo e mensurável nos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!