Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Infecções com “gripe a” continuam a crescer no país

Os casos de infecção pelo vírus da Gripe A (HINI) em Moçambique continuam a crescer a olhos vistos. Autoridades sanitárias moçambicanas dão conta da existência, neste momento, de 31 casos confirmados no país.

O director nacional adjunto da Saúde, Leonardo Chavane, disse, durante uma conferência de imprensa, realizada na última quinta-feira, em Maputo, que existem, por outro lado, 79 casos suspeitos, dos quais 14 em crianças menores de 10 anos de idade.

A Gripe A eclodiu em Moçambique na primeira quinzena de Agosto último, tendo já causado dois óbitos. Chavane garantiu que até ao momento não houve necessidade de internamento de qualquer paciente em face da gravidade do seu estado de saúde. “Todos os hospitais, sobretudo das capitais provinciais, têm um pequeno quarto para o internamento de um ou dois doentes em caso de necessidade, mais até ao momento não tivemos necessidade”, disse.

Ainda de acordo com Chavana, a maior parte dos casos foi notificada nas cidades de Maputo e Matola, no sul do país, sendo que quase todos têm história de uma viagem à vizinha África do Sul, país mais afectado na África Austral. Refira-se que até a semana passada haviam sido confirmados 29 casos de infecção com o vírus da gripe A, de um total de 71 suspeitos e dois óbitos no país.

Apesar deste relativo incremento do número de casos suspeitos e confirmados, as autoridades sanitárias afirmam não haver ainda motivos para pânico e recomenda a continuação da observância das medidas de prevenção, nomeadamente o melhoramento das condições de higiene individual e colectiva. Para a prevenção da contaminação com o vírus da gripe A recomenda-se a lavagem constante das mãos, a protecção da boca e das narinas sempre que o indivíduo pretende expirar.

Os principais sintomas desta gripe são dores de cabeça, febres altas, tosse, inflamação na garganta, dores musculares e diarreia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!