Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Industriais de caju iniciam formação aos produtores

A Associação dos Industriais do Caju em Moçambique (AICAJU), delegação de Nampula, projectou, para este ano, a criação de quatro grupos-piloto de produtores nos distritos de Mogovolas, Moma, Angoche e Mogincual, com o objectivo de criar um melhor ambiente de negócios com os processadores da castanha de caju.

 

 

Segundo Augusto Cebola, consultor do projecto de formação e apoio aos grupos de produtores, a iniciativa visa, ainda, apoiar aos beneficiários em técnicas de relacionamento entre os parceiros, na identificação e massificação dos serviços de microfinanças para o desenvolvimento de outras culturas de subsistência e poupança.

A fonte explicou que decorre, actualmente, o processo de mapeamento para facilitar a elaboração dos planos de acção a nivel dos grupos constituídos por 20 a 30 elementos em cada distrito abrangido. Serão, também, implementadas actividades de produção de doces, sumos, bolos, a partir de caju e que envolverá um número significativo de mulheres.

Cebola realçou que a parceria irá facilitar a celebração de acordos e contratos de credibilidade, compra antempada de materia prima pelos processadores, garantia da entrega do produto de qualidade, desenvolvimento da cadeia de valor do caju e a prática de preços justos na comercialização da castanha à escala nacional.

Por seu turno, o presidente da AICAJU, Mohamed Yunnus, defende que os níveis de produção da castanha de caju só poderão conhecer incremento quando os sectores privado e público se unirem nas diversas acções de implementação tendentes a estimular o produtor.

Por outro lado, referiu que a sua agremiação identificou já algumas actividades promocionais dirigidas ao produtor, para além de ter criado mecanismos de melhoramento do ambiente de negócios e de relações entre o produtor e processadores da castanha de caju na região norte do país, o que poderá propiciar uma cadeia de valor acrescentado e mais postos de trabalho.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!