Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Incrementada em 61.500 hectares área de produção da madeira na Zambézia

Um pacto visando incrementar a área de produção de madeira na Zambézia para 61.500 hectares pela multinacional norueguesa Ntacua Florests of Zambézia acaba de ser assinado entre o Centro de Promoção de Investimentos (CPI) e aquela firma.

A área atribuída à companhia passa assim a ser de cerca de 70 mil hectares para ser ocupada por plantas de diversas espécies nativas produtoras de madeira, contra a área anterior de cerca de 9500 hectares que se estende pelos distritos de Mocuba, Alto Molócuè e Lugela, na Zambézia.

Fonte documental do Fundo Global de Solidariedade Florestal (GSFF), de capitais suecos e noruegueses, responsável pelo financiamento do projecto, indica que o mesmo está também a proceder à captura do carbono para comercialização além-fronteiras, no âmbito da redução de acções negativas de mudanças climáticas, e ainda à produção de eucaliptos e pinheiros para a madeira.

Um outro investimento estimado em cerca de dois biliões de dólares norte-americanos está também a ser aplicado pelo Fundo Global de Solidariedade Florestal, na província de Nampula, em acções de instalação de uma unidade industrial para o processamento da polpa e fabrico de papel, enquanto no Niassa estão a ser aplicados outros cerca de 68 milhões de dólares para produção de biodiesel.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!