Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inaugurada avenida Nelson Mandela

O Presidente do Concelho Municipal da Cidade de Maputo (CMCM), David Simango inaugurou ontem em Maputo, a Avenida Nelson Mandela. O empreendimento ora inaugurado custou ao município cerca de cem milhões de meticais. A construção da estrada com 5,4 quilómetros foi feita de raiz em pavés, com passeios e sistema de drenagem de águas pluviais.

Na mesma ocasião foi inaugurado duas carreiras dos Transportes Públicos de Maputo (TPM) que vão servir as populações daquela zona, compreendendo as frotas Museu-Matendene e Matendene-Praça de trabalhadores, e vice-versa. Os residentes daquela urbe beneficiaram ainda de uma carreira expresso dos TPM em que o bilhete custa dez meticais e vai servir para todos aqueles que têm pressa em chegar ao seu destino, uma vez esta possuir apenas duas paragens de referência.

Na cerimónia de abertura, o Presidente do CMCM referiu que a estrada é testemunho dos laços de amizade existentes entre Moçambique e a África do Sul, segundo ainda o edil, o ex-presidente Nelson Mandela deu forma concreta à visão de desenvolvimento, através da cooperação entre os dois países.

“Mandela inspirou-se a outros grandes líderes de Moçambique, como Samora Machel, para a criação da SADC”, disse Simango, acrescentando que Avenida Nelson Mandela irá prestar testemunho para aqueles que partilharam a luta de libertação e se tornaram parceiros na paz e prosperidade de Moçambique.

O Edil de Maputo, agradeceu ao Nelson Mandela pelo facto de ter contribuído e apoiado nos esforços de combate a pobreza na região africana, realçando que “celebramos a vida do Mandela e de muitos outros líderes moçambicanos, que dedicaram as suas vidas ao bem estar dos seus povos”. Simango salientou ainda que a estrada vai servir como farol da nova moralidade em que ela representa e que vai também trazer melhorias duradouras à vida do povo moçambicano.

Por seu turno, o vereador de infraestruturas, Mário Macaringue, disse que o desejo da edilidade era de dar uma mais comodidade aos autocarros públicos ao fazerem manobras com maior segurança, mas que a situação será ainda resolvido a curto prazo.

Macaringue agradeceu a população residente de Matendene pela paciência que teve ao longo dos três meses em que as obras decorreram. O representante dos munícipes, Elísio Matsinhe referiu que ainda há muito por fazer mas que estão felizes com a nova estrada, “porque antes as pessoas diziam que naquele bairro era impossível viver”, frisou.

Elísio Matsinhe sublinhou que a circulação dos autocarros dos TPM naquela zona vai minimizar de alguma forma, o sofrimento das populações que vinham enfrentando, tanto de Matendene, assim como de outros bairros circunvizinhos, na procura de transportes para se deslocar para vários destinos.

O representante do bairro prometeu que farão de tudo para conservar com dignidade a figura e o nome Nelson Mandela.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!