Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Imprevisibilidade de taxas de câmbio encarece crédito em Moçambique

A constante flutuação das principais divisas correntes em Moçambique proporcionando uma constante imprevisibilidade de taxas de câmbio é um dos constrangimentos que provocam elevados custos operacionais e inibem o acesso ao crédito pela maioria dos agentes económicos activos no país. Aliado à situação está o elevado índice de desconhecimento dos passos necessários para a obtenção do crédito bancário derivado de a banca não disponibilizar facilmente a informação, segundo André Nogueira, da Finantia Consulting, empresa co-produtora da segunda edição de Financiando Moçambique, que é uma publicação de informações sobre bancos comerciais e instituições financeiras de desenvolvimento activos no país.

Por seu turno, Alima Hussein, secretária executiva adjunta da CTA (Confederação das Associações Económicas de Moçambique), reconheceu como outro dos problemas que impedem o acesso ao crédito em Moçambique “o facto de o nosso sector privado estar ainda amarrado a fontes tradicionais para acesso ao crédito, que é somente a banca comercial, e não a outras instituições financeiras de desenvolvimento a operar no país”.

As outras fontes são, nomeadamente, fundos concebidos e geridos por instituições financeiras de desenvolvimento, fundações, gestores de capital de risco e participação privada, segundo o documento contendo resultados do estudo apresentado à Imprensa esta segunda-feira, em Maputo, por Hussein, Nogueira e Jane Grob, da Swiss Capital Partners. A pesquisa, que durou nove meses, concluiu que o acesso limitado ao financiamento a micro, pequenas e médias empresas é um obstáculo ao desenvolvimento de um forte sector privado e a sua capacidade de contribuir para o crescimento da economia e emprego.

Como recomendação principal, o documento aconselha as empresas interessadas no financiamento um “esforço para identificar as fontes de financiamento mais apropriadas para cada investimento e delinear a abordagem a ser feita a cada instituição de modo a satisfazer todos os seus requisitos”. Como exigências das instituições financeiras, o documento realça que as empresas devem satisfazer cinco passos, nomeadamente foco de financiamento, suas motivações/ objectivos, critérios para financiamento, preço ou custo dos fundos e o processo de financiamento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!