Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Imperatriz do Japão defende mundo sem bombas atómicas

A imperatriz Michiko do Japão defendeu na terça-feira, dia em que completa 75 anos, um mundo sem armas atômicas e elogiou a acção do presidente americano Barack Obama neste sentido. “Entre os horrores das armas nucleares, não existem apenas as destruições que provocan, mas também o efeito das radiações que fazem sofrer por muito tempo suas vítimas”, afirma a imperatriz em um comunicado. 

“Como país vítima de bombardeios atômicos, o Japão deve estimular a tomada de consciência da comunidade internacional”. Michiko destacou que Obama recebeu o Prêmio Nobel da Paz por ter mostrado uma “forte determinação” para obtener o abandono das bombas atómicas.

A questão nuclear continua muito presente no Japão, único país do mundo que sofreu um ataque atómico, nos bombardeios americanos de agosto de 1945 contra as cidades de Hiroshima e Nagasaki, que deixaram 140.000 e 75.000 mortos. Filha de um industrial, Michiko se casou em 1959 com o então príncipe herdeiro Akihito, que se tornou imperador do Japão 30 anos mais tarde, após a morte de seu marido Hirohito. O casal acaba de celebrar bodas de ouro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!