Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

IFDC apoia Moçambique a implantar industria de fertilizantes

Moçambique vai contar com o apoio do Centro Internacional de Desenvolvimento de Fertilizantes (IFDC) para implantar a sua indústria de fertilizantes, usando o potencial orgânico e minerais, como o fosfato, existentes no país. Nesse contexto, o Governo moçambicano, representado pelo Ministro da Agricultura, José Pacheco, e o IFDC, através do seu Presidente e Director Executivo, Amit Roy, assinaram na passada sexta-feira, em Maputo, um memorando de entendimento.

A luz do mesmo memorando, Moçambique poderá ter facilidades de acesso a fertilizantes a preços competitivos. Moçambique tem um grande potencial para a produção de fertilizantes orgânicos, a partir de restos de culturas e excrementos de animais, como é o caso do guano (do morcego). O país possui ainda condições bastantes para produzir fertilizantes inorgânicos, através do fosfato que pode ser encontrado com abundância em Nampula, Norte do país.

Durante a cerimonia de assinatura do memorando, o Ministro da Agricultura disse que o Governo moçambicano reconhece o IFDC como parceiro estratégico na implementação da revolução verde, em especial nas áreas de maneio da fertilidade dos solos e desenvolvimento do mercado de insumos agrícolas. Para Pacheco, a parceria com o IFDC vai ajudar a promover o uso de fertilizantes na melhoria e aumento da produção e da produtividade agrícola, o que vai ajudar Moçambique a alcançar a segurança alimentar e nutricional.

À luz deste memorando, o pais poderá ter facilidades de acesso a fertilizantes a preços competitivos, bem como para implantar uma indústria nacional de insumos agrícolas. “É nossa expectativa que este memorando crie condições para que o IFDC apoie, de forma mais efectiva, o nosso país, com prioridade para o treinamento de técnicos e produtores nas áreas de maneio e fertilidade de solos, desenvolvimento do mercado de insumos agrícolas, através de capacitação dos retalhistas de insumos”, disse o Ministro.

Ele vincou que “esperamos que se criem condições para a implantação de programas de disponibilização de insumos a pequenos produtores, preparação de regulamentação para controlo de qualidade de fertilizantes e outras acções que possam levar a uma maior disponibilidade de insumos a preços mais acessíveis, no quadro da declaração de Abuja (Nigéria)”.

Por sua vez, Amit Roy disse, na ocasião, que o IFDC vai assistir o Governo moçambicano na melhoria dos seus planos de longo prazo de gestão da fertilidade dos solos, na intensificação agrícola e desenvolvimento rural. “As actividades em Moçambique incluem formação dos agricultores em boas práticas agrícolas, melhorando o acesso aos insumos (produtos fitossanitários), bem como o reforço do desenvolvimento do mercado de agricultura e da capacidade das organizações de agricultores e comerciantes de produtos agrícolas no sector privado”, disse Amit Roy.

O IFDC é uma organização pública internacional com foco no aumento e sustentabilidade da segurança alimentar e produtividade agrícola nos países em desenvolvimento, através do desenvolvimento e transferência de conhecimentos de tecnologias eficazes e desenvolvimento de agro-negócios especializados. Este centro foi estabelecido em Africa em 2007. Já em 2009, o mesmo centro abriu a sua representação na Africa sub-saariana, com escritórios no Quénia.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!