Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

IBM projeta plástico elaborado a partir de plantas

Pesquisadores da IBM anunciaram esta terça-feira a descoberta de uma forma de fabricar plástico a partir de plantas para substituir produtos a base de petróleo que prejudicam o meio ambiente.

A empresa promete a obtenção de um plástico biodegradável fabricado de tal maneira que permita economizar energia, segundo Chandrasekhar “Spike” Narayan, diretor de Ciência e Tecnologia do Centro de Pesquisas da IBM em Almaden, no norte da Califórnia. Pesquisadores das universidades de Almaden e Stanford ressaltaram que seus resultados anunciavam o início de uma era de sustentabilidade para a indústria do plástico, com produtos quase eternos que não encherão as lixeiras em todo o mundo.

“Esta descoberta e este novo enfoque por meio do uso de catalisadores orgânicos poderão nos permitir obter moléculas bem definidas e biodegradáveis a partir de fontes renováveis de uma maneira responsável” para com o meio ambiente, ressaltou a IBM em um comunicado. A descoberta da “química verde” com “catalisadores orgânicos” permite obter um plástico reciclável várias vezes, em vez de apenas uma, como ocorre com o fabricado por meio do uso de catalisadores de óxido de metal.

Esses “plásticos verdes” poderão também servir para aperfeiçoar tratamentos médicos, como o tratamento contra o câncer, destinado a eliminar as células malignas sem afetar as sãs. “Estamos explorando novas formas de aplicar a tecnologia e nossa perícia em ciências materiais para criar um sólido futuro sustentável para o meio ambiente”, indicou o diretor do laboratório de pesquisas, Almaden Cheng.

A IBM trabalha com cientistas na “Cidade saudita para a Ciência e a Tecnologia” de King Abdul Aziz para pôr em prática a descoberta. “Estamos começando a estudar a variedade de coisas que podemos fazer com isso”, ressaltou Narayan. Os resultados do trabalho foram publicados esta semana na revista American Chemical Society’s Macromolecules.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!