Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Homens armados invadem complexo de hotel no Quénia em ataque reivindicado pelo Al Shabaab

Homens armados invadiram um complexo de hotel e escritórios na capital do Quénia nesta terça-feira, fazendo com que funcionários fugissem do local ou se escondessem embaixo das suas mesas durante ataque reivindicado pelo grupo islâmico somali al Shabaab.

Pelo menos 14 pessoas morreram segundo fontes de hospital. A polícia advertiu que o “ataque terrorista” ainda pode estar em andamento, e os agressores poderiam estar dentro do luxuoso complexo 14 Riverside Drive.

“Explodiram a porta principal do hotel e havia um braço humano cortado a partir do ombro na rua”, disse Serge Medic, dono de uma empresa de segurança que correu ao local para ajudar civis quando ouviu sobre o ataque.

Medic, que estava armado, entrou no prédio com um policial e dois soldados, disse, mas eles foram atacados e revidaram. Há uma granada não activada no saguão, disse o suíço.

“Um homem disse que viu dois homens armados com lenços na cabeça e bandoleiras de balas”, disse Medic à Reuters, com o som de tiros no fundo, mais de duas horas após o início do ataque. Uma mulher baleada na perna foi carregada para fora do prédio e três homens cobertos de sangue deixaram o local. Alguns funcionários conseguiram fugir pela janela.

Muitos disseram à Reuters que precisaram deixar colegas para trás, ainda escondidos debaixo de suas mesas.

“Há uma granada no banheiro”, gritou um policial, à medida que a polícia saía correndo de um dos prédios.

“Nós ouvimos um barulho alto de algo sendo jogado para dentro. Então, eu vi vidro quebrado”, disse à Reuters Geoffrey Otieno, que trabalha em um salão de beleza dentro do complexo. “Nós nos escondemos até sermos resgatados.”

O Quénia tem frequentemente sido alvo do Al Shabaab, que matou dezenas de pessoas em um shopping em 2013 e quase 150 estudantes em uma universidade em 2015. “Estamos por trás do ataque em Nairóbi.

A operação está em andamento”, disse Abdiasis Abu Musab, porta-voz de operações militares do grupo. De acordo com o site do complexo, o 14 Riverside tem escritórios de companhias internacionais incluindo a BASF, Colgate Palmolive, Reckitt Benckiser, Pernod Ricard, Dow Chemical e SAP, assim como o hotel dusitD2, parte do grupo tailandês de hotéis Dusit Thani.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!