Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Homem-bomba mata 42 candidatos a policias no Iraque

Um homem-bomba atacou esta terça-feira um posto de recrutamento de policiais em Tikrit, cidade natal do ex-ditador Saddam Hussein, matando pelo menos 42 deles, e deixando mais de 100 feridos, segundo autoridades. Ahmed Abdul-Jabbar, vice-governador da província de Salahuddin, disse que o autor do atentado, usando um traje repleto de explosivos, atacou homens que estavam com seus documentos na fila de emprego.

“Quem mais seria se não a Al Qaeda, que continua  massacrando-nos?”, disse ele. “São terroristas.”

Uma fonte policial na cidade, que fica 150 quilômetros ao norte de Bagdá, disse que o principal hospital local ficou lotado. Mesquitas usaram seus alto-falantes para pedir doações de sangue. “O teatro (ambiente) hospitalar agora está cheio de mortos e jovens feridos. As ambulâncias continuam retirando as vítimas”, disse uma fonte policial no hospital, sem se identificar.

Um porta-voz da polícia disse que mais de 300 pessoas estavam na fila na hora da explosão. “Há muitos mortos e feridos. O lugar está cheio de rapazes mortos e rapazes feridos.” A violência no Iraque diminuiu consideravelmente em relação ao auge do conflito sectário, em 2006 e 2007, mas atentados e tiroteios continuam ocorrendo diariamente.

A província de Salahuddin, terra da família de Saddam, ainda sofre ataques frequentes, atribuídos a insurgentes sunitas contrários ao governo de Bagdá, dominado por xiitas. Tikrit é uma cidade de maioria sunita. Os insurgentes têm ampliado seus ataques contra policiais e soldados iraquianos desde que as forças dos EUA encerraram oficialmente suas operações de combate, em agosto passado, preparando-se para uma retirada completa neste ano.

Um funcionário da assembleia legislativa provincial, Muhanad Abdulrahman, contou que correu para a sacada do prédio, no centro da cidade, ao escutar a explosão. “Vi uma caminhonete da polícia sair correndo, com pilhas de feridos. O sangue escorria pelas laterais do veículo, e as pessoas na caçamba estavam cobertas de sangue.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!