Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guiné-Conakry encerra fronteiras

O primeiro-ministro da Guiné-Conakry, Jean Marie Doré, anunciou o encerramento das fronteiras terrestres, marítimas e fluviais do país até “nova ordem”, noticiou a Rádiotelevisão Guineense (RTG), citando um comunicado oficial publicado sábado em Conakry.

O comunicado foi co-assinado pelo primeiro-ministro, pelos ministros da Segurança, o general Mamadouba Togo Camara, e pelo da Administração do Território, Nawa Damey. Contudo, várias fontes indicam que a decisão de encerrar as fronteiras se deve à publicação em breve, provavelmente quinta-feira próxima, dos resultados definitivos das eleições presidenciais de 7 de Novembro pelo Tribunal Constitucional.

A vitória provisória do candidato da aliança Arco-Íris, Alpha Condé, com 52,57 porcento dos votos face a Cellou Dalein Diallo provocou violências em várias partes onde os apoiantes do candidato da aliança Cellou Dalein Presidente atacaram adeptos do vencedor. As manifestações foram reprimidas pelas forças especiais de segurança do processo eleitoral.

O chefe de Estado, o general Sékouba Konaté, decretou o estado de emergência no território nacional até a proclamação dos resultados definitivos do escrutínio.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!