Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guiné-Bissau: manifestantes pedem libertação de primeiro-ministro

Centenas de pessoas se uniram em frente à sede do governo de Guiné-Bissau para exigir a libertação do primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior, detido esta manhã por “jovens soldados”, informou uma testemunha. “Libertem Kadogo (apelido do primeiro-ministro), estamos cansados de violência”, gritavam os manifestantes que são, em sua maioria, membros do Partido Africano para a Independência de Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder).

A situação não era clara ao meio-dia. Um soldado que integra o grupo de militares que prendeu o chefe de Governo declarou à AFP: “Pegamos o primeiro-ministro nesta manhã”. “Mas alguns de nossos colegas nos avisaram que a situação se complicou um pouco. Não sabemos muito bem o que fazer com ele. Houve uma reação de alguns oficiais leais ao poder”, acrescentou.

O primeiro-ministro foi detido nesta quinta-feira por “jovens soldados”, informaram fontes militares, ao mesmo tempo que a rádio nacional interrompeu a programação para tocar marchas militares. “Mais cedo, jovens soldados saíram de suas guarnições, principalmente do Estado-Maior, para proceder a prisão do primeiro-ministro, invadindo sua residência”, indicou à AFP uma fonte militar, que pediu para não ser identificada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!