Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guerra causa fuga em massa de palestinos da Síria para o Líbano

Mais de mil refugiados palestinos radicados na Síria entraram no Líbano nas últimas 24 horas, disse, Terça-feira (18), uma fonte na fronteira, depois que rebeldes sírios assumiram o controle de um campo de refugiados palestinos em Damasco.

Cerca de meio milhão de refugiados palestinos vivem na Síria – o que inclui descendentes daqueles que chegaram depois da criação de Israel, em 1948.

O governo sírio sempre considerou-se um paladino da causa palestina, patrocinando várias facções guerrilheiras.

Os rebeldes que lutam para derrubar o presidente Bashar al Assad assumiram, Segunda-feira (17), o controle total do campo de Yarmouk, segundo fontes rebeldes e palestinas, e as forças do governo estão a bombardear o local, que fica a 3 quilómetros do centro da capital.

A batalha de Yarmouk é um dos vários conflitos na periferia sul de Damasco, enquanto os rebeldes tentam sufocar o poder do presidente, em meio a uma rebelião que causou 40 mil mortes em 21 meses.

Abu Ali, de 75 anos, disse que deixou a sua casa em Yarmouk, na manhã da Terça-feira, com a sua mulher e três filhos, enquanto os disparos de artilharia choviam sobre o campo de refugiados – na verdade, um denso bairro de edifícios residenciais.

“Caminhamos a pé sem os nossos pertences até chegarmos ao centro de Damasco. Pegamos um táxi e fomos directamente para a fronteira”, disse o idoso no posto da fronteira libanês de Masnaa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!