Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guebuza recebido em Quelimane com honras de um grande líder

O presidente Armando Guebuza, e candidato a sua própria sucessão pelo partido Frelimo, foi recebido no domingo  em Quelimane, por milhares de pessoas a sua chegada ao aeroporto local, que depois o acompanhou até ao centro daquela cidade capital da província central da Zambézia.

Guebuza escalou a cidade de Quelimane a caminho do distrito de Mocuba, a pouco menos de 150 quilómetros a oeste da capital provincial, no prosseguimento da sua digressão pelo país a luz da campanha eleitoral para o sufrágio de 28 de Outubro corrente. Depois de receber as boas vindas no aeroporto de Quelimane, Guebuza e sua comitiva viram-se envoltos numa gigantesca e longa caravana constituída por carros, motorizadas, bicicletas e por milhares de peões gritando:

“Viva Guebuza. Viva a Frelimo”. Há consenso de que esta recepção superou em grande todas as que Guebuza realizou nos últimos tempos aquela urbe, incluindo quando a 13 de Setembro passado lançou a sua campanha eleitoral e do seu partido naquele ponto do país. Guebuza, que Domingo encerra a sua campanha eleitoral em Nampula, Norte de Moçambique, chegou a Quelimane ido da província de Sofala, centro de Moçambique, onde também renovou o seu apelo para que os eleitores desta parcela do país votem nele e no seu partido.

Durante os 45 dias da campanha eleitoral, Guebuza escalou todas as 11 províncias moçambicanas, incluindo Sofala, Zambézia e Nampula, onde volta a escalar, desta feita, para confirmar o apoio que o eleitorado reserva a ele e ao seu partido. Nestes locais, Guebuza orientou reuniões populares, e se encontrou com personalidades influentes, entre os quais, líderes religiosos, médicos tradicionais e líderes comunitários, a quem lhes pediu voto de confiança para o prosseguimento do seu programa de combate a pobreza, iniciado em 2004 quando foi eleito, pela primeira vez, presidente da República.

Aliás, nos seus comícios, Guebuza tem estado a convencer o eleitorado no sentido de voltar a depositar a sua confiança nele e no seu partido para que o actual ritmo de desenvolvimento do país se mantenha, ou mesmo se acelere cada vez mais, através de construção de mais infra-estruturas socioeconómicas em várias frentes, um pouco por todo Moçambique.

A continuação de expansão da rede escolar, em todos os níveis de ensino, e da rede sanitária, bem como a extensão da rede nacional de energia eléctrica, sobretudo para as zonas rurais, e do raio de cobertura de telefonia móvel e fixa, são algumas das promessas de Guebuza e do seu partido, actualmente no poder, tudo isto virado para a grande batalha de combate a pobreza absoluta no país.

Nesta segunda ronda da campanha eleitoral, Guebuza escalou também o distrito de Chókwè, na província de Gaza, Sul de Moçambique, região considerada bastião da Frelimo. Refira-se que as províncias de Nampula (Norte de Moçambique) com 45 assentos no futuro parlamento (1.801.249 eleitores inscritos) e da Zambézia (Centro) com igual número de assentos, mas com 1.770.910 eleitores inscritos, são os maiores círculos eleitorais de Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!