Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guebuza enaltece relançamento da cultura de trigo

O presidente moçambicano, Armando Guebuza, enalteceu hoje o relançamento da cultura de trigo no distrito de Xai-Xai, província de Gaza, sul de Moçambique, apontando que a iniciativa vai ajudar a resolver alguns problemas que afligem a população desta região.

O facto aconteceu durante a sessão extraordinária do governo distrital de Xai-Xai, que Guebuza orientou no âmbito da presidência aberta a província de Gaza. Volvidos 25 anos, o distrito de Xai-Xai volta a produzir trigo, no âmbito dos esforços em curso no país, com vista a reactivação desta cultura.

Para a presente campanha agrícola, segundo a administradora de Xai-Xai, Olinda Langa, conta com 200 hectares já semeados. “Esta iniciativa vem responder a duas necessidades, primeiro a introdução de uma nova cultura e, segundo, porque vem resolver os nossos problemas económicos”, comentou o Chefe de Estado moçambicano. “Há muita gente que duvidava ser possível cultivar trigo”, acrescentou. Na ocasião, Guebuza também saudou o aumento das áreas de produção e da produtividade reportado no informe da administradora.

Para dar a resposta a Revolução Verde, segundo a administradora de Xai-Xai, a extensão rural trabalhou com algumas organizações nãogovernamentais (ONGs) na assistência aos camponeses. “Estas acções resultaram no aumento da área de produção e de produtividade em quase todo o distrito, sobretudo nas culturas de arroz e batata-reno. O arroz passou de 433 toneladas em 2004, para 1660 toneladas em 2008, enquanto que a batata passou de 120 toneladas (2004) para 380 toneladas (2008)”, explicou Langa.

Segundo ela, para melhorar a situação da renda familiar fez-se o fomento do gado bovino e caprino. Para o efeito, os camponeses receberam instrumentos e insumos agrícolas. Como resultado, o efectivo de bovinos subiu de 25.170 em 2004 para 29.737 em 2008.

O informe apresentado ao Chefe de Estado indica de uma forma geral, que a produção global foi de 1.758,68 milhões de meticais em 2008 (um dólar corresponde a cerca de 26,5 meticais), contra 1.438,68 milhões de meticais em 2004, o que representa um crescimento de 22 por cento. Com relação a produção agrícola, o relatório aponta que em 2008 a área semeada foi de 55.594 hectares contra 28.345 em 2004, para uma produção real de 112.899 e 54.298 toneladas respectivamente.

No fim da sessão, o Chefe de Estado orientou um comício no posto administrativo de Zongoene, onde renovou o seu apelo a unidade, trabalho e honestidade. Segundo Guebuza, a unidade nacional é a grande arma que todos devem valorizar e um instrumento importante para o combate a pobreza. “O Estado moçambicano considera fundamental continuarmos a consolidar a unidade nacional”, disse o presidente no comício.

Na ocasião, os populares apresentaram preocupações relacionadas com a falta de insumos agrícolas, a necessidade de asfaltagem da estrada que liga Zongoene ao posto administrativo de Chicumbane, construção de uma escola secundária, bem como a elevação do posto de saúde local a estatuto de centro de saúde, entre outras preocupações.

Ocupando uma superfície de 1.739 quilómetros quadrados, o distrito de Xai-Xai possui cerca de 189 mil habitantes. O distrito tem três postos administrativos, nomeadamente Chicumbane, Chongoene e Zongoene. Durante quatro dias, o Chefe de Estado moçambicano escalou, sucessivamente, os distritos de Massangena, Chokwe, Chibuto, sendo que Xai-Xai é a última etapa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!