Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Guebuza continua a receber garantias de voto

Volvidos 30 dias de intensa actividade eleitoralista, o candidato da Frelimo a presidência de Moçambique, Armando Guebuza, continua a receber garantias de voto por parte do eleitorado. 

Terça-feira esta garantia veio da população do circulo de Mucuácua, localidade de Malamba, a cerca de 60 quilómetros a norte da vila sede do distrito de Massinga, onde Guebuza se reuniu num “swomicio” com centenas de apoiantes, que frisaram que a presença de muita gente no local é resultado das obras do candidato do partido governamental.

Guebuza escalou Mucuácua ido do distrito de Funhaloro, onde também orientou um comício, somando cerca de seis dezenas de comícios eleitoralistas, já que desde que lançou a sua campanha, a 13 de Setembro ultimo, na cidade de Quelimane, província da Zambézia, Centro de Moçambique, tem feito em media entre dois a três comícios diários, para alem de encontros com personalidades influentes, entre outros.

Os participantes do ‘showmicio’ de Mucuácua, parte dos quais tiveram a oportunidade de intervir, mostraram que já estão familiarizados com a forma inclusiva e participativa com que Guebuza tem trabalhado pois, para alem de reconhecerem esta sua forma impar de trabalhar, falaram das grandes realizações durante o quinquénio prestes a terminar e das dificuldades que enfrentam no dia a dia da sua actividade social e económica.

Um residente disse que não obstante a energia da HCB não ter ainda chegado a Mucuacua, há regiões próximas que já beneficiam deste recurso, o que lhes deixa mais animados e com certeza de que eles serão os próximos contemplados, desde que Guebuza e a Frelimo sejam mantidos no poder. A mesma pessoa acrescentou que outras fontes de energia garantem que a vida não pare, caso de painéis solares, entre outras. O fundo dos ‘Sete Milhões de Meticais’, introduzido por Guebuza tempo depois de ter tomado posse em Fevereiro de 2005 e que é destinado a desenvolver os 128 distritos moçambicanos, foi também referenciado no “showmicio”.

“Muitos de nos já temos juntas de bovinos e charruas, beneficiamos de sementes melhoradas, entre outras coisas, graças a este fundo que o ‘papa’ Guebuza decidiu nos alocar”, disse o interveniente , que foi muito ovacionado. Este popular enumerou ainda outros aspectos que nos últimos tempos tem demonstrado que em Moçambique a vida esta a mudar, mesmo nas zonas rurais, caso da telefonia móvel que chega a beneficiar pessoas que vivem para alem de dez quilómetros contados a partir da Estrada Nacional Numero Um, a principal rodovia que estabelece a ligação entre o Sul, Centro e o Norte do país, entre outros.

Por seu turno, Virgínia Wasse, que também reconheceu as grandes realizações de Guebuza e da Frelimo, pediu para que no próximo mandato o governo trabalhasse mais para reduzir as distâncias que as populações actualmente percorrem para se abastecerem de água potável. De acordo com ela, na região existem 27 furos de água mas que não são suficientes para cobrir as necessidades.

Wasse pediu ainda reforço dos efectivos policiais na zona, explicando que os poucos agentes existentes fizeram com que os roubos reduzissem drasticamente. “Mas porque há zonas onde esta presença policial ainda não se faz sentir, há nossos irmãos que ainda não estão sossegados, chegando mesmo a passarem a noite com os seus animais por temerem roubos”, disse. Quarta-feira, Guebuza trabalha no distrito de Vilanculo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!