Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Grupo rebelde somalí anuncia morte de soldado francês

O grupo militante somali Al Shabaab declarou, Segunda-feira (14), que um comandante de operações membro do grupo de 50 soldados franceses em missão de salvamento em Bulo Marer morreu em cativeiro.

O soldado francês morreu após ter sido ferido durante uma troca de tiros que durou 45 minutos quando eles tentavam salvar um refém, Dennis Alex, segundo o Al Shabaab.

Dennis Alex, que foi capturado por militantes que se apresentaram como polícias no seu hotel de Mogadíscio em 2009, vive em cativeiro desde então.

Formador militar que contribuiu para a formação das tropas somalis, Dennis Alex teria sido morto durante a libertação dos reféns, mas o Al-Shabaab, aliado ao grupo Hizbul Islam que o sequestrou, rejeitou as informações sobre a sua morte.

“Adoptamos um veredicto sobre Dennis Alex após três anos e meio. Os pormenores do veredicto e a história dos eventos que levaram ao salvamento serão divulgados dentro de algumas horas”, declarou o Al Shabaab num comunicado divulgado na sua conta do Twitter.

Os Estados Unidos admitiram ter oferecido uma ajuda limitada à operação de salvamento francesa que fez igualmente alguns mortos entre os civis. O Al Shabaab declarou que os seus combatentes apreenderam o soldado anónimo que, segundo ele, era o comandante das operações depois da fuga dos outros.

“A operação de salvamento francesa não só não conseguiu obter a libertação de Dennis Alex, mas causou igualmente a morte e o ferimento de vários soldados”, declarou o grupo militante.

Segundo as informações fornecidas pelo grupo, o soldado capturado foi transferido para o hospital depois de ter sido ferido durante o tiroteio.

O grupo ligado à Al-Qaeda indicou que interrogou o soldado antes da sua morte e recuperou várias armas e calçados dos soldados no local do tiroteio.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!