Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gripe H1N1 com maior prevalência na província de Maputo

A província de Maputo, nomeadamente a capital e Matola registam, presentemente, maior prevalência de casos de infecção com o vírus da gripe H1N1, vulo A.

A pandemia vítimou , no princípio do mês em curso, uma jovem de 29 anos, internada no Hospital Geral da Machava, na Matola. Informações das autoridades sanitárias, veiculadas pelo Notícias, indicam que de um total de 63 casos suspeitos, dos quais 12 confirmados, 59 ocorreram naqueles dois pontos. Os restantes ocorreram nas províncias de Gaza (dois), Sofala e Tete, com um caso cada.

Em contacto com o mencionado matutino, o director nacional adjunto de Saúde Pública e porta-voz do Ministério da Saúde (MISAU), Leonardo Chavane, disse que a situação é preocupante, na medida em que não se sabe qual vai ser a evolução da doença no país.

Para circunscrever a propagação da doença, as estrutras da Saúde, que garantem possuir provisões suficientes de medicamentos para o respectivo tratamento, estão empenhadas em campanhas de sensibilização e informação às das comunidades em relação aos principais sintomas que consistem em dores de cabeça, febres altas, tosse, inflamação na garganta, dores musculares e diarreia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!