Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Greve nacional de professores universitários na Nigéria

Uma greve nacional de duração indeterminada foi lançada, Segunda-feira (1), na Nigéria, por professores das universidades públicas da Nigéria para exigir melhores condições de trabalho.

“Decidimos observar uma greve total de duração indeterminada. O Governo Federal demonstrou uma falta total de respeito e de sinceridade”, denunciou o Sindicato do Pessoal Académico das Universidades (ASUU) na sua página Facebook relativamente à greve que começou, Segunda-feira.

Segundo o ASUU, o Governo Federal apenas aplicou alguns pontos contidos no acordo de 2009 que “foi assinado connosco, nomeadamente a questão dos subsídios”.

As greves incessantes do ASUU perturbaram o calendário académico de numerosas universidades, causando atrasos nos programas, obrigando assim encarregados de educação com meios suficientes a enviarem os seus filhos para universidades privadas onde as despesas são custosas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!