Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Consumo, produção e venda de soruma tira sono à Polícia

A produção, venda e consumo exacerbado de cannabis sativa, vulgo soruma, esta tirar sono a Polícia da República de Moçambique (PRM), que, semanalmente, reporta vários casos que ocorrem um pouco por todo o país, com maior enfoque nas zonas rurais, consideradas grandes focos de comercialização deste estupefaciente ilícito.

O porta-voz do Comando-Geral da PRM, Pedro Cossa, disse que é preciso que se tomem medidas severas contra os comerciantes, consumidores e produtores desse tipo de droga, porque, da forma como o problema se apresenta, poderá, nos próximos tempos, aumentar agravar-se e um dos impactos será a diminuição da capacidade física de recursos humanos com os quais o país conta para  fazer face a várias frentes de desenvolvimento nacional.

Pedro Cossa apela aos estudiosos, especialistas de saúde e a todos influenciadores da opinião pública para que intervenham no assunto de modo que possam incutir na sociedade a informação sobre os perigos que a mesma corre, sobretudo os jovens, devido ao consumo excessivo de soruma.

Cossa contou, sem se referir às quantidades exactas, que somente na semana de 24 a 28 de Junho passado foram apreendidas várias quantidades de soruma na posse de pequenos produtores, com maior enfoque para a província de Manica.

No período em análise, foram registados, em todo o paí,s 128 crimes, contra 140 do ano anterior, dos quais 81 incidiram contra propriedade, 42 contra pessoas e cinco contra ordem, segurança e tranquilidade públicas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!