Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Grécia ganha mais ajuda financeira e pode conseguir alívio para dívida

A Grécia recebeu um atestado de saúde dos seus credores internacionais, esta Segunda-feira (15), garantindo mais ajuda financeira e levou o seu ministro das Finanças a dizer que vai pedir muito mais alívio da dívida se Atenas continuar a cumprir as suas metas de resgate.

O país está em curso para controlar a sua dívida e sair de uma recessão paralisante no próximo ano, afirmaram os credores, acrescentando que o próximo desembolso de ajuda ao país, de pelo menos 2,8 bilhões de euros, deve ser aprovado em breve.

A “troika” de credores – formada pela Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) – deu sinal verde para a ajuda depois de as autoridades gregas terem desistido da sua oposição sobre cerca de 15 mil demissões no sector público, condição fundamental do último acordo de resgate fechado no final do ano passado.

“Estou muito satisfeito que o governo está a fazer um esforço particularmente determinado nesta área”, disse o chefe da missão do FMI para a Grécia, Poul Thomsen, em conferência em Atenas.

Os credores também convenceram Atenas a congelar os planos para a fusão entre o Banco Nacional e o Eurobank, respectivamente a principal e a terceira maior instituição financiadora do país.

Os credores temiam que a estrutura bancária se tornasse grande demais para ser vendida a investidores privados depois do seu resgate com financiamento público.

O acordo com os seus credores abre o caminho para mais 6 bilhões a serem desembolsados ??em Maio, afirmou o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras.

Samaras, que lidera a frágil coligação de três partidos, disse que o acordo mostrou que a Grécia está a conseguir ficar fora da dificuldade mesmo com outros países da zona do euro atolados na crise.

“Até recentemente, a Grécia era o mau exemplo”, disse ele em pronunciamento na TV. “Agora, a Grécia está protegida e são outros Estados membros que estão a enfrentar problemas.”

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!