Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo tem dinheiro mas ninguém vai buscar

A directora provincial de Turismo na Zambézia, Maria de Fátima Romero, disse, terça-feira, que o governo da província, em particular a direcção que dirige, tem um fundo de desenvolvimento turístico numa das agências bancárias desta praça.

Esta informação foi tornada pública, terça-feira, aquando da visita a residência Palmeiras, uma estância localizada na cidade de Quelimane.

De acordo com a Fátima Romero, este fundo está disponível para qualquer um que queira, desde que reúna os requisitos exigidos. Um dos requisitos que a directora referiu-se é a questão de uma residência como garantia.

Conforme a explicação da directora do Turismo, o fundo do Instituto Nacional de Turismo (INATUR) tem duas linhas, sendo uma do âmbito nacional enquanto que a outra é do âmbito provincial.

Neste momento, de acordo ainda com a fonte, já existem beneficiários deste fundo, sendo empresários que operam no ramo de turismo nos distritos de Pebane, Milange, Gurúe e os da cidade de Quelimane.

“Temos pessoas que já se beneficiaram deste fundo, dai que apelamos outros que estiveram interessados para aderirem a este fundo”- disse a fonte.

Num outro desenvolvimento, ficamos a saber que com este fundo, pretende-se que os empresários locais possam melhorar as condições de turismo.

“Divulgamos este fundo em Inhassunge, porque queremos que naquele distrito hajam condições de alojamento, mas até agora ainda não temos reacção”- rematou a directora.

Arrecadação de receitas

Se a residencial Palmeiras for inaugurada e funcionar em pleno, espera-se que a mesma vai aumentar a capacidade de alojamento para a província da Zambézia, que neste momento possui mais de mil e trezentos quartos espalhados pelos distritos e a própria cidade de Quelimane, onde a capacidade dos quartos situa-se em mais de setecentos lugares de dormida.

Foi assim que a directora provincial de Turismo na Zambézia, Maria de Fátima Romero, respondia a uma pergunta colocada pela imprensa sobre os ganhos que a residencial Palmeiras poderá trazer para o sector que dirige.

Num outro passo, a directora anunciou que o sector contribui para a receita do estado em mais de um milhão de meticais, visto que em 2009, o sector havia contribuído com um valor um pouco menos.

Estes indicadores todos, satisfazem a directora, dai que considera que o turismo na província está a registar progressão na área de turismo na província, olhando pelo nascimento de muitas estâncias turísticas e as diversas acções que tem vindo a acontecer.

Entretanto

A visita da directora do Turismo, vem uma semana depois do nosso jornal no âmbito das avaliações que tem vindo a fazer, ter mostrado a directora do turismo as frentes de trabalho. Então terá valido a pena a mensagem.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!