Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo e Renamo actualizam grupo de desarmamento para a paz

A Presidência da República anunciou, na terça-feira (05), a extensão do número de elementos que integram o Grupo Técnico Conjunto para o Desarmamento, a Desmobilização e a Reintegração (GTCDDR) dos guerrilheiros da Renamo.

O conjunto passa a ter seis pessoas, contra as anteriores quatro, sendo três do Governo e igual número do principal partido da oposição no país.

Os representantes do Executivo são o brigadeiro Anastácio Zaqueu Barassa, o tenente coronel Gabriel Macha e superintendente da Polícia da República de Moçambique (PRM) Sansão Jossias Sigaúque. Este último é o que acaba de ser integrado no grupo.

Do lado da Renamo, os representantes são o brigadeiro David Manuel Gomes, o coronel Domingos Manuel Joaquim e o tenente coronel Evaristo Massave. Os dois primeiros não faziam parte da composição aprovada pelas partes em Agosto de 2018, aquando da comunicação dos consensos.

“Os grupos de trabalho retomam as suas actividades, imediatamente”, segundo um comunicado enviado ao @Verdade.

O documento acrescenta que a actualização do GTCDDR ocorre no “quadro da implementação do Memorando de Entendimento sobre Assuntos Militares, aprovado no dia 06 de Agosto de 2018, e à luz do encontro havido no dia 27 de Fevereiro de 2019”, entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Ossufo Momade.

As negociações entre as partes, para a paz efectiva e perene, acontecem há mais de um ano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!