Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo de Nampula preocupado com o aumento dos casos de tráfico e consumo de drogas

O Gabinete Provincial de Prevenção e Combate à Droga de Nampula (GPPCD) mostra-se apreensivo sobre o incremento dos índices de produção, tráfico e consumo ilícito de drogas, vulgarmente conhecidas por suruma.

 

 

Em conexão com o fenómeno, 36 pessoas estão detidas nas diversas sub unidades policiais da Polícia da república de Moçambique em Nampula, algumas das quais envolvidas na produção, foram instruídos 27 processos-crime, contra oito de igual período de 2011.

Estes dados foram tornados públicos, Sábado último, no distrito de Nampula-Rapale, pelo director do Gabinete provincial de Combate à Droga, Germano José Joaquim, no âmbito do Dia Internacional de Combate à Droga, celebrado no passado dia 26 de Junho.

Germano Joaquim considera dramático o fenómeno na província, cuja mitigação passa necessariamente pelo envolvimento de todos, através de denúncias às autoridades competentes.

Aquele responsável referiu que constitui grande preocupação para o governo a vulnerabilidade que Nampula transformou-se nos últimos tempos em uma região de grande circulação e consumo de bebidas alcoólicas e drogas, factores que contribuem para o incremento da criminalidade.

Os distritos de Eráti, Memba, Mogovolas, Murrupula, Nampula Cidade e Rapale são regiões consideradas críticas em relação à circulação e produção de drogas. Instou, na ocasião, a auto-estima dos juvenis aconselhando que saibam identificar as actividades ocupadoras, sobretudo através de iniciativas de empreendedorismo sustentáveis.

O governo vai continuar a envidar esforços com vista a criação de mecanismos de combate ao narcotráfico de drogas, sobretudo na camada estudantil em particular e nas populações em geral. E para a sua materialização, todos nós somos chamados a uma vigilância cerrada. Disse Germano Joaquim, afirmando que a criação de algumas comissões distritais de combate à droga em alguns distritos da província.

Ainda no âmbito das festividades, o Gabinete Provincial de Prevenção e Combate a Droga na província de Nampula, em coordenação com o sector da Justiça e da PRM, incinerou 805 quilogramas de cannabis sativa, vulgo suruma, incluindo três embalagens de cocaína e uma plantação, números considerados bastante assustadores comparativamente a igual período de 2011, que situaram em 779 quilos incinerados.

A cerimónia que decorreu na vila sede distrital, sob o lema: “Por Comunidades Saudáveis, Sem Drogas”, para o Conselho distrital da Juventude de Rapale, constitui um momento de reflexão sobre os males que tendem a assolar as comunidades, desde o desrespeito aos mais velhos, violência doméstica e psicológica contra mulheres e crianças que culminam com o incremento da criminalidade.

Aquela agremiação juvenil repudia igualmente o aumento do consumo de bebidas e cigarros naquela parcela da província. E pede ao governo a instalação de um gabinete distrital de prevenção e combate à droga, como forma de estancar a situação.

De referir que várias actividades com destaque para palestras em instituições de ensino e visita às cadeias e centros de saúde mental entre outros, caracterizaram a efeméride ao nível da província de Nampula.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!