Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo da China entregou finallmente o novo Estádio Nacional

O milagre do Estádio Nacional

Finalmente o Governo da China entregou formalmente esta segunda-feira ao governo moçambicano o Estádio Nacional, situado nos arredores de Maputo, que passa a ser a maior infraestrutura desportiva do país, com capacidade para 42 mil pessoas. O Estádio Nacional ocupa cerca de 42 mil metros quadrados, possui um campo de relva natural e uma pista de atletismo com piso sintético.

 

Dez mil dos 42 mil lugares disponíveis no recinto estão localizados numa bancada coberta, a única, que alberga igualmente a tribuna VIP e espaços para serviços de restauração e para a comunicação social.

 

A infraestrutura demorou dois anos e três meses a construir, tendo custado 70 milhões de dólares financiados pelo Governo da China, que se encarregou igualmente da empreitada, através de uma empresa do país. O novo estádio supera em capacidade e estruturas o Estádio da Machava, ex-Oliveira Salazar, construído no tempo colonial para acolher 35 mil espetadores.

Para assinalar a entrega do Estádio Nacional ao Governo moçambicano, proprietário do recinto, o embaixador chinês em Maputo, Wuang Songfu, entregou ao vice-ministro moçambicano da Juventude e Desportos, Carlos de Sousa, uma chave de plástico de pouco mais de 30 centímetros e um termo de entrega. “É um dia especial para a China e para Moçambique. Este estádio é mais um símbolo da amizade entre os governos dos dois países e entre os dois povos”, disse Wuang Songfu, falando no ato.

Na ocasião, o vice-ministro moçambicano da Juventude e Desportos, apontou a infraestrutura como o resultado de um novo momento das relações entre os dois Estados, iniciado com o actual “período de galvanização da cooperação entre a China com Moçambique, em particular, e com África, no geral”.

O Estádio Nacional hoje entregue ao Governo moçambicano é parte importante das infraestruturas que o país vai usar nos X Jogos Africanos agendados para setembro. Na zona em que foi erguido o empreendimento, estão em curso obras de construção da Vila Olímpica, que vai acomodar os atletas dos jogos e algumas infraestruturas da competição, a cargo do consórcio português Mota Engil/Soares da Costa.

A data de inauguração do Estádio Nacional não está ainda marcada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!