Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo compra dez básculas móveis para o controlo de carga

O Governo moçambicano vai adquirir, este ano, dez básculas móveis para garantir a protecção das infra-estruturas rodoviárias e evitar a sua degradação precoce através do controlo de carga.

No âmbito desta medida, está em curso a instalação de sete básculas e modernização das quatro existentes em diversos troços do país, nomeadamente nas Estradas Nacionais (EN) números 1, 6 e 12, nas províncias de Nampula e Cabo Delgado, no Norte, Zambézia e Sofala, Centro do pais.

A edição desta Sexta-feira do jornal “Noticias” indica que a Administração Nacional de Estradas (ANE) vai lançar, em breve, um concurso para o fornecimento e instalação duma báscula na Macia, província de Gaza.

Cecílio Grachane, Director-geral da ANE, reconhece que a falta de controlo da carga transportada pelas estradas moçambicanas é assunto que preocupa não só ao governo, como aos parceiros de cooperação que contribuem nas despesas de construção e manutenção de estradas.

Grachane disse que o excesso de carga encurta o período de vida útil das estradas, tendo apelado aos utilizadores a respeitarem os limites de carga estabelecidos no regulamento sobre a matéria.

A instalação de básculas, segundo o Director-geral, vai ter em conta os principais corredores e as zonas onde se regista a maior circulação de viaturas com carga.

“O país tem 30 mil quilómetros de estradas. Vamos tentar cobrir o máximo da extensão da rede que temos. Vamos definir os corredores principais, ver de onde vêm e para onde vão, e ver onde se registam mais excessos. Não haverá dificuldade de identificar os locais”, disse a fonte.

Entretanto, nas zonas onde existem básculas instaladas, os transportadores usam todo o tipo de artimanhas para fugir às mesmas.

Uns procurando vias alternativas desprovidas destes instrumentos de controlo de peso, e outros, fazendo de contas que as mesmas não existem.

Nestes casos, os agentes da ANE que fazem o controlo de peso dependem da Polícia de Trânsito para mandar parar e fiscalizar as viaturas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!