Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo atribui 126 mil hectares a Noruega

As autoridades moçambicanas acabam de conceder cerca de 126 mil hectares de terra à Lúrio Green Resources, uma companhia de capitais noruegueses que pretende plantar eucaliptos para produção de papel e processamento de polpa, na província nortenha de Nampula.

A mesma firma norueguesa perspectiva igualmente instalar, ainda em Nampula, uma serração para a produção de mobiliário a partir do eucalipto, de acordo com fonte competente do Centro de Promoção de Investimento (CPI). A mesma fonte estimou em cerca de 2,1 biliões de dólares norte-americanos o volume do investimento a ser realizado pela Lúrio Green Resources, estando já em andamento o processo de demarcação e limpeza da área concessionada.

Fonte ainda do CPI frisou que a operacionalização do empreendimento irá contribuir muito na redução da importação do papel, para além de garantir o surgimento de mais 12 mil novos postos de trabalho, em Moçambique. Lembre-se que um outro projecto do género deverá ser implantado pela Portucel, empresa portuguesa que acaba de ver aprovado o seu empreendimento pelo Governo moçambicano para ser erguido na província central da Zambézia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!