Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo aprova plano director para construção do gasoduto entre Maputo e Cabo Delgado

O Governo de Moçambique aprovou, esta terça-feira (24), em Maputo, durante a décima sessão do Conselho de Ministros, um Plano Director de Gás Natural que prevê a construção de um gasoduto que liga o distrito de Palma à capital do país, Maputo, com ramificações para o fornecimento a diferentes pontos do gás natural a ser produzido naquela província nortenha.

Trata-se de um instrumento que deverá auxiliar o Executivo na tomada de decisões de natureza estratégica, política e institucional sobre este recurso mineral. O documento ora aprovado “é parte integrante da estratégia de exploração dos recursos minerais” de que Moçambique dispõe e tem em vista a construção de infra-estruturas, o desenvolvimento do capital humano e o combate a pobreza, segundo a explicação do Governo.

A ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias, disse à imprensa que o mesmo instrumento prevê que sejam desenvolvidos vários projectos com base no gás, entre eles projectos na área de combustível tais como produção de diesel, fertilizantes e metanol. Para a utilização do gás no mercado doméstico prevê-se que as propostas sejam feitas com base num leilão, cujo regulamento será aprovado pelo Governo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!