Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo apoia comercialização agrícola

O Governo moçambicano, com a assistência dos seus parceiros de cooperação, vai, a partir do presente ano agrícola, disponibilizar fundos a intervenientes na comercialização de cereais, por forma a encorajar a criação de excedentes comercializáveis e garantir a segurança alimentar no país.

O Ministro da Agricultura, Soares Nhaca, disse a AIM que com a disponibilização dos referidos fundos, em montante que se declinou a revelar, vai ser ultrapassada a falta de intervenientes nacionais no processo de comercialização agrícola.

“Vamos, a partir desta campanha, disponibilizar fundos a operadores nacionais a fim de se envolverem na comercialização de cereais, com destaque para o milho”, sublinhou aquele governante, que acaba de visitar a região Centro do país para avaliar o grau de aplicação do Plano de Acção para a Produção de Alimentos (PAPA).

Segundo Nhaca, em 2008, a produção global do sector da Agricultura aumentou 10.5 porcento, contra cerca de oito porcento do ano anterior, “e espero que os resultados da presente campanha agrícola superem ainda mais a meta alcançada o ano passado, tendo em conta o esforço adicional feito na sua preparação”.

A disponibilização a pequenos produtores de cerca de 4.000 toneladas de semente melhorada de milho e de 1.000 toneladas de milho híbrido, bem como de 700 toneladas de semente de arroz, entre outros factores de produção, contribuiu grandemente para o incremento registado em 2008.

Refira-se que na época agrícola 2007-2008, Moçambique produziu 1.677.876 toneladas de milho, representando uma variação de cerca de 7.87 por cento face à campanha anterior em que foram produzidas 1.566 toneladas. Na campanha 2008-2009, a projecção é de uma produção de 1.854.962 toneladas de milho, uma variação de 10.50 por cento relativamente à época passada.

Ainda na campanha 2008-2009, os índices de produção de arroz no país apontam para 369.298 toneladas, representando uma variação de 78.94 porcento face à campanha anterior, em que foram produzidas 206.383 toneladas.

A produção de trigo em Moçambique foi relançada no ano agrícola de 2007-2008, tendo sido produzidas 3.000 toneladas, cifra que subiu para 21.000 toneladas na campanha 2008-2009, representando uma variação de 600 porcento face ao ano anterior. Registouse também um ligeiro aumento na produção de mapira, de 365.667 toneladas na campanha 2007-2008, para 391.209 toneladas na campanha seguinte.

O titular da pasta de Agricultura afirmou que, ainda no âmbito da comercialização agrícola, foi já realizado um concurso para a construção de silos com capacidade de 18.000 toneladas em quatro províncias do país, nomeadamente Niassa, Nampula, Sofala e Zambézia.

Soares Nhaca reconheceu que a melhoria da rede de estradas, através da reparação e manutenção das rodovias principais e terciárias, é o factor mais importante que pode melhorar a comercialização agrícola, porque os baixos custos de transportes, como resultado não apenas de melhores vias de acesso como também da melhoria da segurança ao longo dessas vias, reduzem simultâneamente os custos de insumos e elevam os preços da produção à porta do produtor.

Considerou que uma parte crucial da estratégia governamental para combater a pobreza a curto e médio prazos tem de ser também um grande investimento na reabilitação de estradas e pontes, realçando, entretanto, que “isso já está a ser feito pelo nosso Governo”.

As autoridades moçambicanas entendem que os esforços devem ser concentrados nas zonas onde a taxa social de retorno é mais alta, nomeadamente as províncias mais pobres e densamente povoadas de Nampula (norte) e Zambézia (centro) e na ligação dessas áreas com os maiores mercados de Maputo e Beira e os grandes mercados dos países vizinhos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!