Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo anula concurso público controverso do INSS

O Governo de Moçambique, através da Ministra do Trabalho, Maria Helena Taípo, anulou um concurso público para compra de material de propaganda para o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) que iria custar aos contribuintes cerca de 25 milhões de meticais.

O anúncio foi feito esta segunda-feira por Helena Taipo que referiu terem sido identificados erros na escolha da proposta da empresa vencedora do concurso publico em questão, a Ntuzi Investimentos. Recorde-se que apesar de ter apresentado a proposta financeira mais alta, no valor 25.341.974,10 Meticias (acrescidos de IVA), cerca do dobro da segunda proposta mais elevada, esta empresa havia ganho o concurso para a produção blocos de notas, canetas, isqueiros, bandeiras, brochuras entre outros materiais de marketig para o INSS.

A Ministra lamentou e considerou estranho o silêncio do Presidente do Conselho de Administração (PCA) do INSS, Inocêncio Matavele, que desde que o caso foi conhecido, e veiculado por quase toda imprensa moçambicana, não se pronunciou sobre este aquisição.

“Temos obrigação de satisfazer os nossos pensionistas e explicar o que está a acontecer e é estranho, muito estranho mesmo, e eu lamento bastante o facto de não ter havido esta aparição” afirmou Helena Taipo.

Entretanto, e na sequência da aquisição de uma habitação avaliada em cerca de um milhão de dólares norte americanos para o PCA do INSS, a Ministra do Trabalho afirmou que a referida aquisição vai ser investigada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!