Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo alerta para iminente subida do preço dos combustíveis

O ministro da Planificação e Desenvolvimento moçambicano, Aiuba Cuereneia, garantiu esta quinta-feira que os preços dos combustíveis vão subir, porque o país é incapaz de continuar a suportar os actuais custos.

Em Agosto do ano passado (ano de eleições), o Governo decidiu compensar as gasolineiras pelos prejuízos que pudessem acumular devido ao não agravamento dos preços dos combustíveis no país, embora o barril de petróleo estivesse com preços elevados. Na altura, as gasolineiras queriam que o Governo aumentasse os preços, mas este optou por financiar as empresas em vez de fazer esse aumento.

A Imprensa moçambicana tem dito que no fim deste mês haverá um aumento dos preços. Esta quinta-feira, questionado pelos jornalistas, o ministro disse não saber quando se faria o aumento, mas garantiu que ele vai acontecer. “Estamos a trabalhar é no sentido de repor a fórmula de cálculo do preço dos combustíveis. Todos nós estamos conscientes de que os preços que pagamos em relação aos combustíveis, gasolina, diesel e petróleo, não são reais”, disse.

E acrescentou: “Ouvimos todos os dias que os preços estão a subir, mesmo noutros países os preços estão altos. A sociedade tem consciência de que os preços que pagamos não são reais, e o país não tem capacidade para reter os preços no consumo”.

O Governo já disse que uma das prioridades na presente legislatura é encontrar uma solução estrutural que responda ao problema dos preços de combustíveis. Moçambique é um país dependente da importação dos combustíveis fósseis, uma vez que não produz este recurso, uma situação agravada pelo facto de adquirir o produto já refinado, o que o torna mais caro.

De acordo com o Ministro da Energia, Salvador Namburete, a solução para a problemática dos preços dos combustíveis fósseis passa pela melhoria dos sistemas de importação, expansão da capacidade de armazenagem e aumento das reservas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!