Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gerais 2014: STAE longe de atingir metas do recenseamento

Gerais 2014: STAE longe de atingir metas do recenseamento

Volvidas cinco semanas do recenseamento, o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) só conseguiu registar um total de 3.345.177 eleitores, número correspondente a 36.58 porcento de um universo de 9.143.923 previstos. A época chuvosa e a avaria das máquinas são apontadas como factores por detrás deste fraco desempenho.

O director-geral do STAE, Felisberto Naife, disse em conferência de imprensa, esta terça-feira (25), que com o abrandamento da chuva nos últimos dias, o índice de afluência aumentou nos postos de recenseamento, principalmente nas províncias Zambézia e Nampula, com maior número de eleitores a registar, e também na de Tete.

Os constrangimentos que se tem registado resultam em grande parte do mau manuseamento das máquinas, mas também por causa da fraca capacidade das suas baterias, explicou.

Segundo Naife, o transporte constante das máquinas para locais de difícil acesso causa, por vezes, desconexões nalgumas componentes, o que, por causa de desconhecimento, leva os brigadistas a pensarem que se trata de avarias.

No entanto, para colmatar essa situação, o STAE promoveu a formação dos responsáveis por este sector. Entreanto, Naife admite a possibilidade de alguns postos de recenseamento ainda não terem sido abrangidos uma vez que parte das 4.078 brigadas criadas para este processo deve ocupar-se por mais de um posto.

Assim, segundos os dados fornecidos pelo director do STAE, a província de Niassa já tem inscritos 206,824 (33.37%); Cabo Delgado 498,640 (55.47%); Nampula 633,590 (31.78%); Zambézia 629,191 (32.22 %); Tete 314,418 (32.73%); Manica 257,321 (40.62%); Sofala 245,091 (37.91%); Inhambane 245,228 (44.45%); Gaza 227,439 (45.%); Maputo-Província 141,495 (33.53 %) e Cidade de Maputo 35,940 (29.59 %).

Fora do país

Relativamente aos moçambicanos residentes fora do país, cujo recenseamento arrancou a 16 de Março, Naife disse que foram registados, na primeira semana, 6.975 eleitores. Este número, comparado com o total de inscritos em 2009, equivale a 11.79 porcento. A África do Sul, Portugal e Alemanha são os países onde se regista muita afluência. O STAE acredita que os números desde ano vão superar os de 2009. de referir que o recenseamento iniciou a 15 de Fevereiro e termina a 29 de Abril.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!