Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gana só empata com Austrália, mas lidera o Grupo

Gana só empata com Austrália

O Campeonato do Mundo da FIFA África do Sul 2010 tem sua primeira seleção africana na liderança de um grupo, o E onde o Gana saltou à frente de uma forte concorrência ao empatar com a Austrália, este sábado, em Rustemburg, por 1 a 1. Apesar da boa posição, o jogo poderia ter resultado num saldo ainda mais positivo para os ganeses, que, com um homem a mais, pressionaram os australianos durante todo o segundo tempo, exibindo um futebol ofensivo, mas acabaram esbarrando na aguerrida defesa rival e no experiente e consistente guarda-redes Mark Schwarzer.

Rumo à última jornada, no dia 23 de junho, Gana vai decidir sua sorte contra a Alemanha, enquanto a Austrália defronta a Sérvia. Gana tem quatro pontos e ocupa a primeira colocação do Grupo D. A Alemanha e a Sérvia estão com três pontos, em segundo. Todos os quatro países ainda têm chance de classificação para os oitavos – mesmo a Austrália, com um só ponto.

Os aussies abriram o placar 11 minutos, com Brett Holman aproveitando falha do guarda-redes Richard Kingson, que defendeu mal um livre e viu o atacante concluir com oportunismo no ressalto. O plano de jogo da seleção, porém, foi avariado no lance que resultou no empate ganês. Não só pelo golo, mas pela expulsão do atacante Harry Kewell, que interceptou um remate de John Mensah, em cima da linha, com o braço direito, aos 24 minutos. O atacante Asamoah Gyan, eleito melhor do Jogo, bateu e marcou seu segundo golo no torneio, o segundo de penalti. Ele é o único atleta, até aqui, a balançar a rede em dois jogos.

A partir desse ponto, com a segunda expulsão de um australiano na competição – Tim Cahill havia sido expulso na estreia – e superioridade numérica em campo, Gana foi mais ofensivo, num dos desempenhos mais atacantes apresentados até aqui em território sul-africano. Com médios e atacantes muito velozes, a equipa acelerou o jogo e procurou a reviravolta de todas as maneiras. Foram tabelas, jogadas pela linha de fundo e, especialmente, em finalizações de fora da área. Foram muitos remates de longa distância – 22 no total, contra sete dos australianos – para testar o sóbrio Schwarzer, que cumpriu seu papel.

A sensação que passou, no final, é que um pouco mais de capricho na assistência ou sorte nos remates poderia ter resultado em mais três pontos para os Estrelas Negras. A Austrália defendeu-se como pôde e ainda, bravamente, teve oportunidades para vencer pela primeira vez nesta Copa, depois da derrota enfática por 4 a 0 para a Alemanha na jornada inicial. Especialmente aos 72 minutos, quando, no contra-ataque, Luke Wilksire ficou cara a cara com a baliza, mas Kingson fez uma grande defesa, redimindo-se na partida.

Este foi o primeiro empate para Gana na história da Copa do Mundo da FIFA. Os aussies, por outro lado, agora somam cinco jogos seguidos sem vitória na competição, a terceira maior do torneio, atrás apenas dos seis dos Estados Unidos e sete da Nigéria.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!