Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Futsal: jornada do torneio interescolar marcada por polémica

A segunda jornada do Torneio Interescolar de Futsal, que decorre na capital do país, ficou marcada pela negativa por uma polémica relativa à utilização irregular de dois jogadores.

O jogo que encerrou a jornada, em que a Manyanga se impôs diante da Comunidade Mahometana com uma goleada de 12-5, foi também o mais polémico. Na primeira parte assistiu-se a uma partida equilibrada com a Manyanga a abrir o marcador volvidos 7 minutos da primeira parte, e com a equipa da Comunidade, comandada por Sakib, a responder de forma tranquila às investidas do adversário: no intervalo o resultado era de 3-4, a favor da Manyanga.

No inicio da segunda parte, o treinador da Manyanga faz entrar a unidade que decide de certa forma o jogo, Márssad, que aparece numa altura em que o jogo estava empatado e marca um golo, colocando novamente a sua equipa a comandar e, em duas jogadas geniais, uma delas fruto de um desarme, conduz duas investidas que dão em golo e alento à Manyanga que via a comunidade crescer em cada jogada.

A polémica surge logo após o apito final quando a equipa da Comunidade Mahometana exige a anulação do resultado alegando a utilização irregular por parte da Manyanga de dois jogadores, no caso Márssad, estudante da Escola Eduardo Mondlane, e Mário, do Kitabu. Por sua vez, o treinador da Manyanga, Manuel Machai, reclamou o facto de não ter sido avisado de antemão do regulamento do torneio, acrescentando que a sua equipa não era a única que se apresentava naquelas condições.

A decisão da Comissão Nacional de Futsal foi de atender aos protestos da Comunidade Mahometana e anular o resultado do jogo em causa, tendo sido tomada numa reunião que teve lugar na passada terça-feira.

Os restantes jogos

A jornada abriu com a Internacional a derrotar a Noroeste I por 7-5, num jogo que começou por ser muito corrido e, ao intervalo, registava-se um empate a quatro golos. Na segunda parte a Internacional acelerou e distanciou-se no marcador.

Noutra partida, que pôs frente a frente duas equipas que vinham de resultados pouco animadores na jornada anterior, a Arco-íris e a Noroeste II apagaram as más prestações da estreia. No final, a vitória sorriu aos estudantes da Arco-Íris.

Por seu turno, a escola Emílio Guebuza foi goleada pela Quisse Mavota por expressivos 9-2, numa partida em que Manuel, que marcou três golos, e Micas foram os jogadores determinantes na vitória da sua equipa.

Eis os resultados completos da 2ª Jornada:

Escola Noroeste II 03 X 07 Arco-íris

Noroeste I 05 X 07 Internacional

Armando Guebuza 02 X 09 Escola Quisse Mavota

Josina Machel 04 X 02 Acácias

Portuguesa 04 X 03 Estrela Vermelha

Francisco Manyanga – Comunidade Maometana

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!