Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Futebol Clube da Matola perde em Xinavane

O Grupo Desportivo de Incomáti recebeu e venceu o Futebol Clube MG da Matola por uma bola sem resposta na tarde de Domingo (12) em Xinavane. A partida contava para a 8ª jornada do Campeonato Provincial de Futebol de Maputo, tendo a turma visitante jogado com as intensões de ganhar e defender o primeiro lugar que ocupou temporariamente depois do deslize do Incomáti na 7ª jornada no Município da Matola, onde empatou sem abertura de contagem diante do mesmo Clube Desportivo da Matola.

O Incomáti entrou de rompante e ao minuto três da primeira parte, num contra ataque, o camisola 6, Mito, fez o seu primeiro remate que passou por cima do travessão. A turma da casa pressionou a equipa visitante, demonstrando a sua classe e maturidade. No minuto 29, o mister Mulungo fez uma substituição forçada por lesão do lateral esquerdo Chico.

Os pupilos treinados por Zainedine Mulungo trocaram o esférico e encurralaram por completo o Futebol Clube MG da Matola no seu meio campo e no minuto 37, por intermédio do Mito, num passe para a grande área, Tony, camisola 10, antecipou o guarda-redes Osvaldo e marcou o único golo da partida. Recolheram aos baleários.

Na segunda parte, o Futebol Clube MG da Matola entrou a pressionar e ao minuto 8, num contra ataque da ala direita, foi infeliz ao fazer um remate para as mãos do guarda-redes Anivaldo. Entretanto, a partir do minuto 9, o Incomáti dominou o jogo e obrigou a turma visitante a correr atrás da bola.

No minuto 11, Gregório entrou para o lugar do Tony, viu-se o grande Incomáti a trocar o esférico e a criar vários perigos na baliza contrária, onde por três vezes consecutivas falhou golos devido à pronta intervenção do guarda-redes Osvaldo. No minuto 30, Sitoe entrou para o lugar de Mito que tirou do caminho dois adversários, incluindo o próprio guarda-redes, e com a baliza escancarada rematou para fora das quatro linhas.

O Incomáti esteve forte e potente dentro do relvado até ao apagar das luzes, tendo pecado nos aspectos da finalização e com os três pontos conquistados ocupa a primeira posição na tabela classificativa, com 20 pontos, contra 19 do seu seguidor directo, o Futebol Clube MG da Matola.

O jogo foi também manchado por uma má actuação da equipa da arbitragem dirigida por António Júlio, que parece ter feito de tudo para beneficiar a turma visitante, segundo reportou o jornalista Manuel Nhaposse, da Rádio Gwevhane, em Xinavane.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!