Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Fronteira de Ressano Garcia aberta 24 horas/dia entre Janeiro e Maio de 2013

O posto fronteiriço de Ressano Garcia, na província meridional de Maputo, está a funcionar de forma ininterrupta entre Janeiro e Maio de 2013 para responder à avalanche de moçambicanos e turistas estrangeiros interessados em assistir aos jogos do Campeonato Africano de Futebol (CAN) que se realiza de 19 de Janeiro a 10 de Fevereiro na vizinha África do Sul.

 

 

Em entrevista ao Correio da manhã, Domingos Tivane, director-geral das Alfândegas de Moçambique, disse que a iniciativa insere-se ainda no quadro dos prepara- tivos daquela infra-estrutura para passar, em “breve”, a funcionar 24 horas por dia, medida cuja implementação está dependente das negociações em curso entre os Governos moçambicano e da África do Sul com vista à viabilização daquele objectivo.

A fronteira de Ressano Garcia está aberta todo o dia por ocasião da quadra festiva do Natal e Fim de Ano de 2012, alturas do ano em que o movimento fronteiriço de pessoas e bens entre Moçambique e África do Sul tem vindo a crescer significa- tivamente.

Tivane explicou mais adiante que o funcionamento ininterrupto daquela fronteira é fundamental para a efectiva exploração do potencial do Corredor de Desenvolvimento de Maputo e facilitar as trocas comerciais entre Moçambique e África do Sul, sublinhando que a iniciativa visa também reduzir o sofrimento de pessoas devido ao congestionamento de viaturas que se verifica na fronteira nos momentos festivos.

Refira-se que a necessida- de da abertura permanente da fronteira de Ressano Garcia foi aflorada em Agosto de 2009, aquando da visita conjunta dos ministros que tutelam o sector de Transportes nos dois países.

A iniciativa abrange não só a componente de instalação do posto de paragem única, mas também a adopção de políticas, processos e procedimentos céleres da operação, tendo a mesma recebido garantias de apoio por parte do sector privado de ambos os países.

Com o mesmo objectivo, deverá ser também aberto mais um posto fronteiriço na região de Mbuzine, África do Sul, de acordo ainda com Domingos Tivane, sem, no entanto, avançar mais pormenores sobre este assunto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!