Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo reconhece derrota mas nega acusação de fraude no município de Gurúè

O Porta-voz da Frelimo, Damião José, reconheceu os resultados anunciados pela Comissão Nacional de Eleições referentes às eleições realizadas no município de Gurúè, província da Zambézia, ganhas pelo Movimento Democrático de Moçambique e seu candidato, Orlando Janeiro, mas refutou a acusação de tentativa de fraude e que envolve a cidadã Fernanda Moçambique, membro daquele partido, flagrada a transportar boletins de voto preenchidos.

Para o porta-voz da Frelimo, esta acusação não passa de uma manobra dilatória e que visa pôr em causa a imagem do partido. Por outro lado, diz que nãos seria possível cometer uma fraude porque os órgãos eleitorais estão organizados, para além de que os boletins de voto são abertos nas mesas de voto.

“Os lotes de boletins de voto são abertos na mesa da assembleia de voto e estão enumerados. Portanto, não há nenhuma possibilidade de o material parar nas mãos de uma pessoa alheia ao processo. Trata-se de uma manobra que visava naturalmente pôr em causa a imagem do nosso partido”.

MDM remete o caso Ministério Público

Por seu turno, o MDM diz que o assunto merece atenção especial por parte do Ministério Público (MP) “por se tratar de um comportamento ilegal, manifesto em público, daí que não há necessidade de protestar”.

Na opinião de José de Sousa, membro sénior e mandatário do MDM, o Ministério Público deve julgar as pessoas que cometem ilícitos eleitorais. “Depois de o Conselho Constitucional ter chamada a atenção das irregularidadas registadas nas eleições do dia 20 de Novembro, houve quem teve coragem suficiente para se deslocar da cidade de Maputo a Gurùè para cometer fraudes”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!