Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo lança campanha eleitoral “nos próximos meses o nosso mais importante projecto é vencer as eleições”

Frelimo lança campanha eleitoral “nos próximos meses o nosso mais importante projecto é vencer as eleições”

Foto do partido FrelimoSempre em pré-campanha eleitoral o presidente do partido Frelimo anunciou neste domingo (05) que a assistência humanitária às vítimas dos ciclones, o esclarecimento das dívidas ilegais dentre outros dramas enfrentados pelos moçambicanos deixaram de ser prioritários: “Nos próximos meses o nosso mais importante projecto é vencer as eleições e é o que faremos”, afirmou Filipe Nyusi.

Tal como o @Verdade havia prognosticado o Ciclone IDAI salvou Filipe Nyusi de um incómodo desafio interno como candidato do partido Frelimo às Presidenciais de Outubro próximo.

O presidente do partido Frelimo que abriu a terceira sessão do Comité Central apelando a união dos membros, “Não podemos permitir que os nossos inimigos de ontem e de hoje usem-nos como descartáveis” declarou na passada sexta-feira (03), encerrou a reunião magna deixando claro neste domingo (05) que importante é manter o poder em Moçambique nos próximos 5 anos: “Esta é a nossa Frelimo, um verdadeiro oásis de democracia onde a partir da diferença de ideias se constrói um projecto comum que deve ser assumido por todos os membros. Nos próximos meses o nosso mais importante projecto é vencer as eleições e é o que faremos”.

“Inspirados no nosso percurso cinquentenário que nos ensinou que a vitória organiza-se, a vitória prepara-se, definimos nesta sessão as estratégias que vão reger o trabalho de base que conduzirá a Frelimo a mais um mandato na Presidência da República, ao aumento do número de assentos na Assembleia da República e nas Assembleias provinciais, e a governação de todas as províncias” definiu Nyusi como metas para as Eleições de Outubro.

Avaliando positivamente os seus 5 anos de governação, apesar de todas evidências em contrário, o partido que governa Moçambique desde 1975 elencou como prioridades do seu manifesto estratégias decalcadas das recomendações do Banco Mundial e dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentáveis das Nações Unidas, afinal é dai que virá o dinheiro para as implementar.

“No próximo ciclo da implementação da estratégia nacional selecionamos três prioridades sustentadas por dois pilares a saber. Sendo as seguintes prioridades o desenvolvimento do capital humano; emprego, produtividade e competitividade; e desenvolvimento de infra-estruturas económicas e sociais”, nomeou Filipe Nyusi.

Segundo o presidente do partido Frelimo essas “prioridades serão sustentadas por dois pilares nomeadamente Estado de Direito e Boa governação; consolidação da Descentralização governativa, ambiente macroeconómico equilibrado e sustentável e uso de receitas de recursos naturais para financiar principalmente a transformação e modernização da Agricultura e do Turismo”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!