Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo insta seus membros a mobilizarem o eleitorado

O Presidente da Frelimo, Armando Guebuza, apelou aos membros e militantes do partido, no poder há 34 anos, para continuarem empenhados, de forma abnegada e com a militância na articulação da mensagem e na mobilização do eleitorado a acorrer massivamente às urnas nas eleições de 28 de Outubro próximo. Guebuza, que falava hoje na abertura da IV Sessão do Comité Central a decorrer na Matola, província de Maputo, reconheceu que muito já foi feito em preparação para a vitória que o partido almeja nas eleições de Outubro, porém muito há ainda por realizar.

“Muito há ainda por fazer e devemos todos continuar empenhados, de forma abnegada e com militância e perseverança de sempre, na articulação da nossa mensagem e na mobilização do eleitorado a acorrer massivamente às urnas para, com o seu voto, constituir a nossa vitória, na sua vitória”, disse o presidente da Frelimo.

Frelimo insta seus membros a mobilizarem o eleitorado O líder da Frelimo recordou aos camaradas que em processos eleitorais não há vitórias antecipadas, daí que todos têm de continuar a trabalhar com afinco e convicção de vitória, mas nunca movidos pelo triunfalismo antecipado ou relaxamento da acção política que aliás deve aumentar de intensidade à medida que a data se aproxima.

No encontro de quatro dias, ele saudou aos militantes pelo empenho e desempenho para que a Frelimo continue a inovar, a criar e a diversificar as suas actividades de divulgação da sua mensagem de autoestima, de patriotismo, de unidade nacional, de cultura de paz e de um Moçambique próspero. A quarta sessão ordinária do Comité Central entra, segundo Guebuza, nos anais da história como a última neste Ano Eduardo Mondlane e também a última antes da realização das eleições presidenciais, legislativas e para as Assembleias Provinciais de 28 de Outubro.

“Ela tem a grande responsabilidade de galvanizar os militantes para valorizarem o legado do Presidente Eduardo Mondlane, assegurando-nos uma vitória clara, esmagadora e convincente”, sublinhou Guebuza. O presidente do partido libertador apontou que a agenda do encontro cria espaço para os militantes reflectirem sobre o que fizeram até agora e para, a partir daí, projectar o nível de incisão e acutilância das acções dos seus membros nos próximos meses.

A semelhança do que disseram no passado, “a vitória prepara-se, a vitória organiza-se”, da agenda desta sessão constam pontos como o Informe do Gabinete Central de Preparação das Eleições de 2009; Proposta do Manifesto Eleitoral; Proposta da Estratégia Eleitoral; Plano de Actividades e do Orçamento do Partido para 2010 entre outros. A agenda, segundo o líder do partido, permitirá avaliar o grau de prontidão e de preparação para a materialização da vitória tão ansiosamente aguardada por aqueles que serão os seus obreiros, isto é, “entre os militantes, simpatizantes e o maravilhoso povo moçambicano”.

“A história da Frelimo, tão cheia de exemplos de combates e vitórias, ensina-nos que só com a ampla participação do povo moçambicano, devidamente enquadrado pelos nossos militantes, é que nos colocamos em condições de transformar as dificuldades em desafios e estas em oportunidades”, disse. Assim, os membros, militantes e simpatizantes têm a histórica missão de participar massivamente nas urnas e de vencer, de forma clara, esmagadora os pleitos que se avizinham.

“Queremos que cada distrito que, como a província, é um círculo eleitoral, venha desfraldar, em sinal de vitória, a bandeira que recebeu da terceira Sessão Extraordinária do Comité Central, em Abril último”, vincou Guebuza. A vitória será também em homenagem ao Presidente Eduardo Mondlane, dirigente lendário do processo de libertação, assim com vitória em homenagem a todos os heróis moçambicanos.

Na ocasião, Guebuza destacou igualmente as eleições internas para os candidatos a deputados da Assembleia da República (AR), o parlamento moçambicano, e Assembleias Provinciais que, segundo afirma, estiveram baseadas na longa tradição democrática de que a Frelimo é exemplo e referência e no firmamento político nacional. O processo, segundo o presidente desta força política, foi coroado de êxito e que resultou em valiosos ensinamentos que enriqueceram o património epistemológico de todos os membros.

A quarta sessão conta com a participação dos membros do próprio Comité Central, do Conselho de Ministros, vice-ministros, governadores provinciais, directores de empresas públicas entre várias outras individualidades militantes. A sessão abriu espaço para várias manifestações de saudação ao presidente do partido exibidas por grupos de membros, jovens e continuadores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!