Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

França 0 – México 2: O que eles disseram depois do jogo

“Não tenho o que dizer, estou muito decepcionado. O jogou transformou em consequência de um lance de sorte, e não conseguimos nos recuperar. Tivemos vontade e determinação, mas tem sempre alguma coisa que não dá certo. Ainda não sei o que vou dizer aos jogadores. A classificação agora depende de um milagre, não de nós mesmos. Falta uma partida para pelo menos mostrarmos que temos orgulho. É claro que tenho alguns erros a reconhecer, mas por enquanto vou guardá-los para mim. Antes de pensarmos em reconstruir, precisamos fazer um balanço da situação.” Raymond Domenech, técnico da França.

“Foi um jogo muito equilibrado, e o primeiro que marcasse golo ganharia. A vitória foi muito difícil. Os franceses nos pressionaram desde o início da partida, e o primeiro tempo foi bastante complicado. A segunda etapa foi mais fácil. Já estamos juntos há três meses, a seleção está azeitada, e, com o potencial ofensivo que temos, tentamos sempre atacar o adversário. Ainda nos faltam 90 minutos contra o Uruguai para alcançarmos o nosso primeiro objetivo, a classificação para as oitavas de final.” Javier Aguirre, técnico do México.

“Não somos uma grande seleção em campo. Não vou começar a falar o que está errado, vou conversar com as respectivas pessoas. Contra o Uruguai, fiquei frustrado porque dava para ter vencido, a seleção jogou bem. Hoje, foi assim até o segundo tempo. Não há nada a se dizer além de que foi uma grande catástrofe. Não esperava a derrota, admito. No início, pensava que as lições da Euro tinham sido aprendidas. Mas ainda não acabou, temos de salvar a honra contra a África do Sul.” Patrice Evra, capitão e lateral da França.

“Ainda não há nada definido, mas precisamos de um milagre para ficar com a vaga. Não tivemos muitas chances de golo, fizemos o máximo para ganhar ou pelo menos empatar, mas o México mereceu a vitória. Não tenho o que dizer. Foi um fracasso do grupo todo.” Jérémy Toulalan, volante da França.

“Estou mais feliz com a vitória do que com o meu golo ou o prêmio de craque do jogo. O futebol é um esporte coletivo, e por isso o que importa é a vitória da equipe. Queríamos dar uma alegria ao nosso país esta noite. Mas a vitória é um primeiro passo, ainda temos um longo caminho a percorrer. Por agora, não vamos pensar na partida contra o Uruguai, queremos curtir o momento.” Javier Hernandez, atacante do México e melhor do Jogo.

“Estou muito feliz por ter feito um golo, mas o mais importante foi o esforço realizado por todos os meus companheiros. Não me importa quem marcou gol. Temos simplesmente de pensar no próximo jogo. Só dependemos de nós mesmos, uma vitória ou um empate nos levam para a próxima fase.” Cuauhtémoc Blanco, atacante do México.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!