Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Fórmula 1: Hamilton e Rosberg fazem dobradinha em Monza

O inglês Lewis Hamilton (Mercedes) venceu no domingo(07) o Grande Prémio da Itália em Fórmula 1, disputado em Monza, e o seu companheiro de equipe e principal rival pela liderança do campeonato, o alemão Nico Rosberg, ficou em segundo.

Apesar de ter largado na pole position, Hamilton não teve vida fácil, já que caiu para o quarto lugar ainda na largada. No entanto, o campeão mundial de 2008 recuperou-se, cruzou a linha de chegada em primeiro lugar e diminuiu a vantagem de Rosberg na liderança do Mundial de 29 para 22 pontos (238 a 216).

Os dois conseguiram voltar a alargar vantagem em relação ao terceiro colocado da temporada, o australiano Daniel Ricciardo, que foi apenas quinto no circuito de Monza e agora soma 166 pontos.

Filipe Massa foi terceiro, o seu primeiro pódio pela Williams. O brasileiro não se colocava entre os três primeiros desde o GP da Espanha do ano passado, quando também foi terceiro.

Entretanto, ele ainda está na nona posição no Mundial, com 55 pontos, muito atrás de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, que neste domingo ficou em quarto e subiu justamente para o quarto lugar do ano, com 122 pontos, um a mais que o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), que abandonou com um problema no sistema de recuperação de energia (ERS).

Com a largada má de Hamilton, Rosberg pulou para primeiro, o dinamarquês James Magnussen para segundo e Massa para terceiro. Rapidamente, o brasileiro e o britânico deixaram o piloto da McLaren para trás. Na nona volta, Rosberg cometeu um erro na primeira chicane e só não deixou a ponta porque Massa segurava Hamilton atrás.

Após as paradas nas boxes, na 29ª volta, o alemão já tinha o companheiro de equipe no seu encalço e voltou a falhar no mesmo ponto. Dessa vez, o campeão de 2008 não desperdiçou a oportunidade e assumiu a dianteira para mantê-la até o final.

Pouco atrás, Massa não teve grandes problemas para se manter em terceiro e voltou ao pódio, o que lhe rendeu aplausos da claque italiana.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!