Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Fomento de Tabaco alegra camponeses de Malema

Famílias camponesas no distrito de Malema manifestam-se satisfeitas com o decurso da presente campanha de produção do tabaco, a qual é fomentada pela Sociedade do Niassa, Limitada (SONIL), abrangendo, nesta safra, um número superior de produtores em relação à anterior.

O previsto sucesso nesta campanha, segundo os próprios produtores, coadjuvados pela empresa fomentadora, prende- se, para além das óptimas condições climáticas, com a disponibilização atempada de insumos agrícolas e insecticidas.

O acompanhamento que a SONIL está a fazer aos camponeses no decurso desta campanha constitui, igualmente, uma mais-valia que faz com que todos os intervenientes na produção do tabaco daquele distrito perspectivem uma boa colheita.

Estimativas avançadas pela empresa fomentadora, com base no investimento que fez, e pelas autoridades governamentais locais, apontam para uma colheita de cerca de três mil toneladas de tabaco na presente campanha.

A SONIL, na pessoa do seu sóciogerente, Mohamed Asaraf Satar, diz que faz o acompanhamento aos camponeses, assistindo-lhes naquilo que forem as necessidades imediatas, como insecticidas, para garantir que as folhas de tabaco tenham um teor de maior qualidade para a comercialização.

Por aquilo que estamos a notar nos campos agrícolas as folhas estão a ter a melhor qualidade que pretendemos, explicou Satar. Para o sócio-gerente da SONIL, esses esforços visam responder às actuais exigências do mercado internacional, no qual a regra de jogo é comprar o produto que tiver melhor qualidade.

E nós, nesta campanha, por aquilo que estamos a verificar, podemos dizer que vamos colocar no mercado um produto de maior qualidade, precisou sem, no entanto, adiantar o potencial mercado do tabaco de Malema, por considerar ser, ainda, prematuro.

Solicitado a avançar o valor do investimento que a sua empresa fez até agora no fomento desta cultura de rendimento, Asaraf Satar respondeu que o mais importante não é tornar público isso, mas incutir nos camponeses a cultura pelo trabalho.

A nossa preocupação é participarmos, com obras, na agenda nacional, que é a de combate à pobreza absoluta e sentimos que estamos a fazer parte desse combate, acrescentou a fonte.

O fomento do tabaco abrange, de acordo com Asaraf Satar, cerca de 21 mil famílias camponesas não somente do distrito de Malema, mas também os de Ribáuè e Lalaua, onde a SONIL fomenta, igualmente, esta cultura de rendimento.

Entretanto, as famílias camponesas, pelo menos as do distrito de Malema, tido como o maior produtor de tabaco na província de Nampula, já estão a fazer projecções dos ganhos a obter na comercialização da sua produção e como vão aplicar os mesmos.

O preço do tabaco fixo para este ano é de 61,00 meticais o quilograma, havendo famílias que vão conseguir rendimentos nunca antes tidos.

O distrito de Malema teve, em tempos, maiores índices na produção do tabaco, razão pela qual se construiu, na sua vila-sede, a Fábrica de Tabacos de Malema, propriedade da SONIL, Lda.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!